Professores fazem manifestação contra reabertura de escolas em São Paulo

Acompanhados de servidores da saúde, os professores dizem que a volta às aulas colocará em risco alunos e funcionários.

Por SBT Brasil

Professores da rede pública estadual de São Paulo, acompanhados de servidores da saúde, fizeram carreata no bairro do Morumbi, em São Paulo, nesta quarta-feira (29). O grupo é contra a volta das aulas presenciais durante a pandemia do novo coronavírus, prevista para 8 de setembro.

Segundo o Sindicato dos Professores do Ensino Oficial do Estado de São Paulo (APEOSP), 260 carros participaram da manifestação, que seguiu até o Palácio dos Bandeirantes, sede do governo, mas foram impedidos de se aproximarem pela Polícia Militar. Eles também pediram uma solução para a precária situação dos professores eventuais, contratados para os casos de substituição na rede pública. Eles estão sem salários desde o início da pandemia, há cinco meses.

O governador de São Paulo, João Doria, afirmou que “o protesto é político” e que essa condição é um efeito da pandemia e não a vontade do governo: “Não está trabalhando não é porque nós não desejamos, é porque as circunstâncias de uma pandemia não permitem. São ônus de uma pandemia que afeta todo o setor produtivo do país”, afirmou Doria.

CLIQUE NA IMAGEM E FALE DIRETO PELO WHATSAPP