Quadrilha faz reféns em São Paulo após explodir banco no Paraná

Anúncio
Clique na imagem. Link direto para Whatsapp


Bando, com seis homens, deixou veículo em estrada em Ribeira, no Vale do Ribeira, para tentar evitar perseguição da polícia.

Pelo menos seis homens armados fizeram reféns durante fuga da polícia entre as cidades de Ribeira e Apiaí, no Vale do Ribeira, interior de São Paulo, nesta quarta-feira (13). Mais cedo, o mesmo bando explodiu caixas eletrônicos de uma agência bancária localizada em Piraí do Sul (PR), distante mais de 260 quilômetros.

Segundo informações da Polícia Militar, soldados em patrulhamento tentaram abordar a quadrilha em um veículo enquanto passava em alta velocidade pela estrada que inteliga Ribeira a Itapirapuã Paulista (SP), município vizinho. A interceptação foi frustrada e houve troca de tiros. Não há informações de feridos.

Ainda para evitar a abordagem dos policias, os assaltantes colocaram um carro bloqueando a via no bairro Catas Altas. De acordo com a polícia, eles deixaram para trás um automóvel com perfurações de tiros e equipamentos utilizados na invasão ao banco, e continuaram a fuga em uma caminhonete roubada no local.

O motorista do veículo abordado e um munícipe que passava caminhando foram rendidos e levados pelos criminosos, que os libertaram momentos depois no bairro Panelinhas, ainda no mesmo município. No local, um outro morador foi feito refém para que o bando pudesse fugir pela mata no entorno.

As polícias Militar e Civil informaram que mobilizara equipes para cercar a região. Até o final da tarde não havia informações sobre a localização dos homens armados, assim como da vítima levada por eles. O carro deixado para trás foi periciado e o material encontrado nele apreendido para a investigação.

Bando tentou bloquear estrada para evitar perseguição da polícia em Ribeira, SP — Foto: G1 Santos

Piraí do Sul

Ladrões armados explodiram uma agência bancária da Caixa Econômica Federal na Avenida 5 de Março, em Piraí do Sul, por volta das 4h desta quarta-feira (13).A Polícia Militar informou que aproximadamente 10 assaltantes com fuzis tenham participado do crime antes de fugir.

Durante a ação, uma agência do Banco do Brasil, que fica em frente à Caixa Econômica, também foi atingida por disparos. Os projéteis ficaram espalhados pela calçada. Moradores da cidade relataram que ouviram pelo menos três explosões durante a madrugada.

Ainda conforme a PM, uma hóspede de um hotel que fica sobre o Banco do Brasil ficou assustada com a situação e pulou do segundo andar. Ela fraturou o fêmur e a cabeça. A vítima tem 40 anos, é de São Paulo. Ela foi transferida para Ponta Grossa para atendimento médico.

Durante a ação, os criminosos também cercaram e atiraram para intimidar os policiais. A PM não informou se o grupo conseguiu fugir levando dinheiro do cofre da Caixa Econômica Federal – os caixas eletrônicos não forma violados. O Banco do Brasil não chegou a ser invadido.

Durante a ação, outra agência acabou sendo atingida por disparos da quadrilha — Foto: Viviane Mallmann/RPC