Qual a renda para participar do Programa Casa Verde e Amarela?

Objetivo é dar acesso às famílias de baixa renda a obter a casa própria.

O Programa Casa Verde e Amarela foi lançado pelo Governo do Presidente Jair Bolsonaro em substituição ao já conhecido programa Minha Casa, Minha Vida. O objetivo é ajudar a população de renda mais baixa a ter acesso a moradia de qualidade dentro das condições da lei. 

De acordo com o Governo Federal, o valor reservado para o programa será de R$ 67 bilhões, contra R$ 56 bilhões atuais. Em 2022, o valor será de R$ 61 bilhões e, em 2023, de R$ 64 bilhões.

Desde o seu lançamento em agosto do ano passado, o programa passou por modificações. A redução na taxa de juros que incide nos financiamentos foi uma delas e será realizada a partir do ano que vem. Os beneficiários da região Norte e Nordeste terão o menor percentual de juros, cerca de 4,25% ao ano para cotistas e 4,75% para os demais. 

O saldo do FGTS pode ser utilizado pelas famílias para a compra da tão sonhada casa própria.

LEIA TAMBÉM: Cartões de crédito sem anuidade

Qual a renda para a compra de um imóvel?

Existe uma divisão por faixas de renda familiar. Assim, com base nos valores é possível encontrar um plano de financiamento vantajoso, seja com uma taxa de juros mais baixa ou por meio de outros subsídios. As faixas de renda contempladas são:

Famílias com renda bruta de até R$ 2.000,00:

Faixa 1: A pessoa pode adquirir um imóvel cujo empreendimento é financiado pela Caixa Econômica com taxas de juros que podem chegar até 4,75% ao ano e subsídios até R$ 47.500,00 de acordo com a renda e região onde a pessoa mora. E ainda tem até 30 anos para pagar.

Famílias com renda bruta de até R$ 4.000,00:

 

Faixa 2: A família que se encaixa nesta faixa, os subsídios podem chegar até R$ 29.000,00 de acordo com a renda e localização do imóvel.

Famílias com renda bruta de até R$ 7.000,00:

Faixa 3: Para famílias com renda bruta de até R$ 7.000,00, as taxas de juros são atrativas na aquisição da casa própria.

De acordo com Caixa Econômica, as famílias com renda mensal até R$ 7 mil podem contratar de forma individual, por meio de construtora ou ainda por uma entidade organizadora vinculada a um empreendimento financiado pelo banco público.

LEIA TAMBÉM: Como guardar dinheiro todo mês

Como se inscrever no Casa Verde e Amarela?

A inscrição passa por uma avaliação da própria Caixa Econômica Federal, onde o cidadão terá acesso às melhores condições para o financiamento. Ao fim do processo de análise, é preciso esperar a aprovação dos documentos. O último passo é assinar o contrato de financiamento com o auxílio do Casa Verde e Amarela 2021.

Para saber mais informações acesse: https://www.caixa.gov.br/voce/habitacao/casa-verde-e-amarela/Paginas/default.aspx

CLIQUE NA IMAGEM E FALE DIRETO PELO WHATSAPP
ÁGIL DPVAT