Quase 60 mil trabalhadores temporários devem ser contratados para o fim do ano

257

Setores do comércio e de serviços devem contratar cerca de 59 mil funcionários temporários, para o fim do ano

A pesquisa foi feita pelo SPC Brasil em parceria com a CNDL, entidade que reúne os lojistas. E mostra que o número é maior que os 51 mil projetados para o ano passado.

As funções mais procuradas devem ser, em ordem, as de: vendedor, ajudante, balconista e recepcionista. E o salário médio, ao que tudo indica, ficará pouco acima de mil e 400 reais.

A pesquisa também mostrou que, de cada 10 patrões, três pretendem efetivar funcionários temporários.

Quarenta e um por cento dos empresários dos setores de comércio e serviços acreditam que as vendas vão crescer, na comparação com 2017.

Trinta e seis por cento apostam que vai tudo igual. E apenas oito por cento projetam uma piora.

Número que no ano passado, com as lembranças da crise ainda mais frescas na cabeça do trabalhador e do empresário, chegou a 21 por cento.


Aviso: Os comentários só podem ser feitos via Facebook e são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião deste site. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros, sendo passível de retirada, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema proposto.

Tem uma sugestão de reportagem? Nos envie através do WhatsApp (19) 99861-7717.