Rapaz preso por duplo homicídio diz à polícia que não conhecia vítimas

Policiais encontraram o assassino escondido dentro do guarda-roupas na casa de um parente.

O rapaz de 22 anos preso em flagrante por duplo homicídio qualificado neste sábado (6) afirmou, em depoimento prestado à Polícia Civil, que não conhecia as vítimas que foram assassinadas em Regente Feijó (SP), segundo informou o delegado Marcelo Magalhães, que é o responsável pelas investigações sobre o caso.

Magalhães detalhou que o preso contou que foi interferir em uma discussão relacionada a uma pessoa que ele conhecia e acabou se envolvendo com o caso. Ele ainda falou, segundo o delegado, que uma pessoa o teria agarrado pelo pescoço e que teve uma discussão com as vítimas, que alegou desconhecer.

Segundo a Polícia Civil, o preso apresentou a versão dele sobre o caso e confessou ter desferido os golpes durante a briga. O depoimento dele prestado à Polícia Civil teve o acompanhamento de um advogado.

ÁGIL DPVAT

clique na imagem e saiba mais