Rápida ação da Polícia Militar, termina com criminoso preso após roubo de carga do Magazine Luíza em São Bernardo do Campo, SP

A ação contou com apoio do helicóptero Águia da Polícia Militar.

Na tarde desta terça-feira (17), foi irradiada uma ocorrência pelo COPOM informando que indivíduos estavam realizando transbordo de carga para um veículo modelo Chevrolet/Corsa, pela Vila São Pedro, em São Bernardo do Campo (SP).

Rapidamente os policiais militares do 6º Batalhão Metropolitano prosseguiram para o local e se depararam com o veículo Corsa , 02 motocicletas e 03 (três) suspeitos que manuseavam caixas de papelão lacradas e, ao avistarem os policiais abandonaram os veículos e carga e iniciaram a fuga a pé.

Imediatamente os militares prosseguiram o acompanhamento a pé e por alguns metros a frente conseguiram interceptar o suspeito, que de forma deliberada agrediu os militares com o objetivo de se desvencilhar para alcançar a fuga, porém, os policiais militares aplicaram as técnicas de controle de contato e conseguiram efetuar a imobilização e o algemou, já os outros dois suspeitos invadiram casas e escalaram telhados e se embrenharam na mata ali existente, mesmo com o apoio do Águia da PM conseguiram a evasão. Assista ao vídeo abaixo.

Diante do exposto foi verificado com a vítima que trabalha entregando mercadorias diversas para a empresa “Magazine Luíza” utilizando um veículo utilitário modelo “Kangoo”, quando 03 (três) indivíduos embarcados em 02 (duas) motocicletas e 01 (um) veículo se aproximaram e mediante violência e grave ameaça com emprego de arma de fogo tomaram de assalto o veículo que estava com a carga e realizaram o transbordo para o Corsa e em seguida se evadiram do local (rua Maringá – Vl São Pedro).

Os militares deram voz de prisão ao meliante em flagrante delito, cientificando-o sobre seus direitos constitucionais e em seguida juntamente com a vítima, carga subtraída e veículos foram conduzidos ao 6º Distrito Policial onde o Delegado de Polícia após ser cientificado sobre a ocorrência ratificou a voz de prisão e elaborou o BOPC, e o preso permaneceu à disposição da Justiça.

CLIQUE NA IMAGEM E FALE DIRETO PELO WHATSAPP
ÁGIL DPVAT