Reforma do Centro Pop está em fase final e Creas funcionará no mesmo imóvel em Araras, SP

Secretaria de Assistência Social prevê reinauguração para o final do mês de julho; espaço especializado em acolher população de rua agora também está apto a receber pessoas em situação de risco.

A Prefeitura Municipal de Araras (SP) está realizando melhorias e adequações no imóvel que abriga o Centro Pop Dr. Narciso Gomes (Centro de Referência Especializado para população em situação de rua). Após a reforma, que está em fase final, o espaço localizado na Rua Visconde de Rio Branco, 675, Centro, também sediará o Creas (Centro de Referência Especializado da Assistência Social), que disponibiliza atendimento a vítimas de violência, abandono e outras situações de vulnerabilidade social.

O Creas, implantado no município em 2011, deixa a antiga instalação na Rua Ferdinando Delamain, Centro, para ganhar um local mais moderno e mais amplo. A Secretaria de Planejamento, Gestão e Mobilidade ficou responsável pelas obras de readequação do prédio, que será reinaugurado no final do mês de julho.

clique na imagem e saiba mais

A reforma, no imóvel que é alugado pela Prefeitura de Araras e vai centralizar os dois serviços, incluiu pintura, reparos no piso externo, adequações de acessibilidade, e divisórias, para instalação de um novo layout. O espaço agora conta com salas de reunião, atendimento individual, coordenação e equipe técnica, além de sanitários para funcionários e para o público, cozinha, dispensa e lavanderia.

Há ainda um local para desenvolvimento de oficinas e grupos que será compartilhado pelo Creas e pelo Centro Pop, que também terá novas instalações, com sanitários, lavanderia e cozinha de uso exclusivo dos moradores de rua, diariamente acolhidos ali. A reforma vai possibilitar melhorias nessas estruturas, que já eram utilizadas por eles para higiene pessoal e guarda dos pertences, além de espaço para café da manhã e recebimento de roupas e cobertores.

O local para dormitórios, no entanto, deixa de existir. “O Centro Pop continua com seu trabalho de abordagem nas ruas e acompanhamento técnico, mas o serviço de acolhimento das pessoas em situação de rua, que desejam abrigo, é realizado por entidades que firmaram parceria com a prefeitura, como a Casa Betânia. O local tem 20 vagas – sendo que apenas 10 estão sendo utilizadas, para respeitar o distanciamento social – e nas quais os usuários podem permanecer por até seis meses”, explica a secretária de Assistência Social, Delcina Maria de Souza Teixeira.

Outro parceiro do município na assistência aos moradores de rua é o IDE (Instituto de Difusão Espírita), localizado na Rua Emílio Ferreira 177, Centro. Lá, todas as noites, além da distribuição de comida, há vagas para pernoite, que, excepcionalmente em tempos de pandemia do novo coronavírus, foram reduzidas de 22 para 12.

“O Centro Pop continua sendo a principal referência de assistência aos moradores de rua em Araras. Uma equipe multidisciplinar está sempre pronta a recebê-los. Temos assistentes sociais, terapeutas ocupacionais, profissionais da enfermagem, orientador social, entre outros. E o intuito da reforma é possibilitar maior espaço de interação entre a rede socioassistencial e os assistidos”, conclui a secretária Delcina.

Já entre os assistidos pelo Creas, inaugurado em março de 2016, estão indivíduos e famílias em situação de risco pessoal ou social por violação de direitos no âmbito da Assistência Social, como violência física, psicológica e sexual, abuso e exploração, discriminação, negligência, abandono, entre outros. O equipamento articula serviços com a Saúde, Educação, Habitação e Programas Sociais de acordo com a demanda de cada atendimento.