Região avança para fase amarela e comércios devem reabrir na próxima semana em Araras, SP

Os 26 municípios que integram o DRS poderão reabrir comércios não essenciais, inclusive salões de beleza, restaurantes, bares e academias; confira as restrições.

A região de Piracicaba (SP) avançou da fase 1 (vermelha) para a fase 3 (amarela) do Plano São Paulo de retomada gradual da economia, anunciou o governo estadual nesta sexta-feira (7). Com isso, os municípios que integram o Departamento Regional de Saúde (DRS) poderão reabrir os comércios não essenciais, inclusive salões de beleza, academias, bares e restaurantes, seguindo as regras de distanciamento.

A flexibilização passa a valer na segunda-feira (10). Os municípios podem elaborar decretos com regras específicas e mais restritas, mas não podem liberar atividades além do que autoriza o plano estadual.

clique na imagem e saiba mais

A região ficou por três semanas na fase vermelha e agora, sem passar pela segunda fase (laranja), avançou para a amarela. Confira na tabela quais são os critérios estabelecidos pelo estado para mudança de fase.

O que pode na fase amarela

Todas as atividades que têm autorização de funcionamento na fase amarela devem seguir as regras e obedecer as restrições. Confira:

  • Shoppings e galerias: com capacidade de 40%, horário reduzido (6 horas) e praças de alimentação ao ar livre ou áreas arejadas
  • Comércio em geral: com capacidade de 40% e horário reduzido (6 horas)
  • Serviços: com capacidade de 40% e horário reduzido (6 horas)
  • Restaurantes, bares e similares: somente ao ar livre ou áreas arejadas, com capacidade de 40%, horário reduzido (6 horas) e atendimento presencial até 17h
  • Salões de beleza e barbearias: com capacidade de 40% e horário reduzido (6 horas)
  • Academias de esportes: com capacidade de 30%, horário reduzido (6 horas), atendimento com hora marcada, permissão de aulas e práticas individuais (aulas e práticas em grupo estão suspensas)
  • Eventos e convenções: somente permitidos após 28 dias de classificação na fase amarela, com capacidade de 40%, horário reduzido (6 horas), venda apenas online e controle de acesso com lugares marcados, além de proibição de atividades com o público em pé.
  • Demais atividades que gerem aglomerações estão proibidas.

DRS Piracicaba

As prefeituras das 26 cidades do DRS de Piracicaba podem avançar para a fase amarela. São elas: Águas de São Pedro, Analândia, Araras, Capivari, Charqueada, Conchal, Cordeirópolis, Corumbataí, Elias Fausto, Engenheiro Coelho, Ipeúna, Iracemápolis, Itirapina, Leme, Limeira, Mombuca, Piracicaba, Pirassununga, Rafard, Rio Claro, Rio das Pedras, Saltinho, Santa Cruz da Conceição, Santa Gertrudes, Santa Maria da Serra e São Pedro.

Fases do Plano São Paulo

O Plano São Paulo criou cinco fases de reabertura a partir de critérios como a taxa de ocupação de leitos UTI para Covid-19, quantidade de leitos UTI para pacientes com a doença por cada 100 mil habitantes e os números de casos e mortes.

A classificação das regiões do estado por cores serve para indicar aos prefeitos destas áreas quais as atividades que podem ser autorizadas.

  • Fase 1, vermelha: alerta máximo, funcionamento permitido somente aos serviços essenciais.
  • Fase 2, laranja: controle, possibilidade de aberturas com restrições.
  • Fase 3, amarela: abertura de um número maior de setores.
  • Fase 4, verde: abertura de um número maior de setores em relação à fase 3.
  • Fase 5, azul: “Normal controlado” – todos os setores em funcionamento, mas mantendo medidas de distanciamento e higiene.

Plano SP na região

Desde o início do Plano São Paulo, a região de Piracicaba já mudou de fase quatro vezes. De acordo com um especialista, esse ‘abre e fecha’ prejudica a análise do comportamento do vírus.

Fase do Plano SP na região (data de início da nova fase):

  • 1º de junho (início do plano) – fase laranja
  • 29 de junho – fase vermelha
  • 13 de julho – fase laranja
  • 20 de julho – fase vermelha
  • 10 de agosto – fase amarela