Rio Mogi Guaçu tem melhor Piracema em 6 anos

Entre os fatores que possam ter colaborado com a melhora do rio pode estar o tratamento do esgoto de Araras que chegou a mais de 80% em sua eficiência.

O presidente do Saema (Serviço de Água e Esgoto do Município de Araras), Alexandre Castagna, comemorou a boa notícia divulgada pelo portal G1, na última segunda-feira (28), de que o Rio Mogi Guaçu teve a melhor Piracema em 6 anos.

Como é sabido por todos, a cidade de Araras há tempos vinha sendo a vilã na região por conta da precariedade com que tratava seus dejetos que depois eram despejados no Rio Mogi Guaçu. Esse cenário começou a mudar a partir de junho do ano passado quando a autarquia começou a tratar seu efluentes por meio de microrganismos autóctones levando a eficiência do tratamento a 81,73%, índice nunca alcançado desde a década de 80 quando a da Estação de Tratamento de Esgoto deu início a suas atividades.

“Sabem, vejo essa notícia com muita alegria, porque temos aqui passando pela nossa cidade um dos rios mais importantes do estado. Espero que nosso compromisso assumido em janeiro do ano passado em buscar uma solução para nosso esgoto, que era quase todo jogado no rio, esteja sendo cumprido. Vários fatores estão colaborando com a “renascença” do Guaçu, espero que nossa eficiência no tratamento do esgoto esteja entre eles”, disse.

O tratamento do esgoto de Araras aos poucos vem tomando rumo para que 100% dos efluentes da cidade sejam tratados e nos últimos dias mais um passo importante foi dado com o aumento da vazão do esgoto que entra para tratamento na ETE que passou de 110 litros por segundos para 350 l/s.

Comunicação/Saema

CLIQUE NA IMAGEM E FALE DIRETO PELO WHATSAPP