Rodovias de SP registram congestionamento na saída para o feriado de Independência

Segundo a Polícia Militar Rodoviária, até 300 mil veículos podem deixar a capital rumo ao litoral pelo sistema Anchieta-Imigrantes nesse feriado. As lentidões são registradas na Castello Branco, na Régis Bittencourt e no Rodoanel Sul, na saída da cidade.

A saída para o feriado prolongado de Independência é marcada por forte movimento nas estradas que dão acesso ao interior e ao litoral de São Paulo nesta sexta-feira (4). Segundo a Polícia Militar Rodoviária de SP, até 300 mil veículos podem deixar a capital, rumo ao litoral pelo sistema Anchieta-Imigrantes. Para evitar aglomerações, o governo de SP preparou uma operação especial com 20 mil policiais por dia para fiscalizar as praias e cidades turísticas do estado.

Por volta das 22h35 desta sexta (4), a rodovia Anchieta, no sentido litoral, apresentava 7 quilômetros de lentidão, em virtude um grave acidente que matou duas pessoas no início da tarde, na altura do Km 35, em São Bernardo do Campo. A colisão interditou uma das faixas da rodovia durante toda a noite. Segundo os bombeiros, entre as vítimas fatais está uma criança, que não teve a idade divulgada.

clique na imagem e saiba mais

Na rodovia dos Imigrantes, a lentidão está localizada entre os Kms 20 e 43, no sentido litoral, em virtude do excesso de veículos, segundo as informações da Ecovias.

A rodovia Castello Branco apresentava 12 quilômetros de lentidão entre as cidades de Osasco e Barueri, na pista expressa, entre os Kms 14 e 26, sentido interior. Na pista lateral, a situação não é diferente: 8 quilômetros de congestionamento, entre os km 16 e 24, devido ao o excesso de veículos.

No trecho Sul do Rodoanel Mário Covas, o tráfego é lendo no sentido Perus, entre os quilômetros 73 e 71, e no acesso à rodovia Anchieta, na altura do Km 75, altura de São Bernardo do Campo.

Na Via Dutra, o congestionamento se concentra entre os Kms 63 e 70, no acesso à rodovia dos Imigrantes, na direção do litoral, com 7 quilômetros de filas. Mesma situação na Régis Bittencourt, que registra lentidão no trecho de Embu das Artes, entre os Kms 279 e 282, também por conta do excesso de veículos no sentido Curitiba.

Multidão lotou as praias no domingo (30) em Santos, SP — Foto: Alexsander Ferraz/ A Tribuna Jornal

Descida ao litoral

De acordo com a Polícia Militar rodoviária de São Paulo, cerca de 300 mil veículos devem passar pelo Sistema Anchieta-Imigrantes (SAI) com destino ao litoral de São Paulo durante todo o feriado prolongado da Independência. O número é maior do que o do último fim de semana, quando desceram mais de 202 mil veículos para a região, entre sexta (28) e domingo (30).

Na ocasião, houve registro de aglomerações nas praias e falta do uso de máscaras de proteção. “Se fizermos uma multiplicação simples, sendo quatro pessoas por carro, nós tivemos quase um milhão de pessoas a mais aqui nas cidades da Baixada Santista”, explica. Para evitar a lotação das praias, ao menos 400 policiais foram direcionados à região para cuidar do policiamento nas rodovias.

Trecho de serra da Rodovia Dos Imigrantes em SP, que liga a capital ao litoral — Foto: Divulgação/Ecovias

Operação Independência

Por causa do feriado e da expectativa de movimento alto nas estradas, mesmo com a pandemia do coronavírus, o governo de São Paulo anunciou nesta sexta-feira (4) o início da Operação Independência, que vai reforçar o policiamento em cidades turísticas do estado e tentar evitar aglomerações durante a pandemia de Covid-19.

As cidades do litoral paulista e outras estâncias turísticas no interior do estado vão receber reforço de 20 mil policiais ao dia durante o feriado prolongado do dia 7 de setembro. Também serão utilizadas 7,2 mil viaturas e 880 motos, além de helicópteros e drones.

No litoral, a PM fará patrulhamento ostensivo na orla e também em regiões que concentram bares e restaurantes. Megafones serão usados para divulgar de mensagens de prevenção ao coronavírus. Os policiais também devem oferecer apoio a equipes locais de Vigilância Sanitária e Guarda Civil, que fazem a fiscalização do uso obrigatório de máscara.

Nas rodovias, a fiscalização de tráfego vai aplicar testes de bafômetro e verificar o uso obrigatório de cinto de segurança. A previsão é que sejam instalados 160 pontos de fiscalização nas estradas e 1,5 mil em áreas urbanas por dia.

O secretário da Segurança Pública do estado, João Camilo Pires de Campos, destacou que a ação da PM é para apoiar a fiscalização efetuada pelas prefeituras.

“Desde o início da pandemia o serviço de policiamento ostensivo foi potencializado. Além de proporcionar a segurança, estamos atuando também, até o dia 8, na Operação Independência. Nesta operação contaremos com 20 mil policiais trabalhando para a segurança do estado todo e focados em apoiar os agentes municipais no combate e na fiscalização desta pandemia. A missão dos policiais militares é a de apoiar e dar segurança aos agentes municipais”, disse Campos em coletiva de imprensa.

Após vários registros de aglomerações durante o último fim de semana em praias e em festas clandestinas, prefeitos da Baixada Santista pediram apoio ao governo estadual para uma operação especial durante o feriado.