Roteador do Google que amplia Wi-Fi chega ao Brasil

Tecnologia mesh permite usar vários dispositivos na mesma rede para criar ‘malha’ que aumenta o alcance do sinal. Segundo a empresa, cada aparelho suporta áreas de até 110 m².

O Google lançou no Brasil nesta quinta-feira (14) o roteador com tecnologia mesh Google Wifi, que promete oferecer conexão estável em todos os cômodos da casa, e não apenas no local próximo ao equipamento.

A empresa afirma que um só aparelho é capaz de distribuir internet em um alcance de até 110 m². Para áreas maiores, é preciso ter outras unidades ligadas à rede.

O preço sugerido pela empresa é R$ 999 pela unidade ou R$ 1.999 pelo kit com três unidades. Segundo a companhia, o Google Wifi pode ser encontrado nos principais varejistas do país.

Google Wifi principal fica conectado ao modem pelo cabo de rede — Foto: Google

O que é Wi-Fi Mesh?

A tradução do termo “mesh” – “malha” em inglês – ajuda a entender como funciona a tecnologia de roteadores como o do Google. Esse tipo de aparelho permite adicionar em uma rede vários pontos de Wi-Fi, que ficam conectados entre si e criam uma “malha” de internet.

Para manter o sinal estável, os roteadores mesh se comunicam e analisam qual a melhor rota para enviar e receber dados. Essa interação amplia o alcance da conexão sem perder velocidade, como costuma acontecer com repetidores de sinal.

Google Home

Os usuários do Google Wifi precisam configurar a rede pelo aplicativo Google Home, disponível para Android e iOS.

Com ele, é possível ativar o primeiro roteador de sua rede mesh, que ficará conectado ao modem pelo cabo de rede, e adicionar outros pontos, que precisarão apenas de um cabo de energia e poderão se conectar ao dispositivo principal sem a necessidade de fios.

Pelo Google Home, é possível verificar se todos os aparelhos do Google Wifi estão realmente ativos e analisar quais dispositivos estão conectados a eles.

O aplicativo também permite testar a velocidade da internet – inclusive em cada aparelho (celular e computador, por exemplo) – e dar prioridade para que um deles tenha a melhor conexão.

Há ainda um recurso para controlar o que crianças acessam na internet. O “Wi-Fi da família”, como é chamado, ajuda a criar regras para alguns aparelhos, como um bloqueio para milhões de sites com conteúdo adulto.

Essa opção também prevê a possibilidade de programar pausas em determinados dias e horários para impedir a conexão no momento de dormir ou das refeições, por exemplo.

Segurança

Ao criar uma rede com o Google Wifi, é possível aproveitar algumas funcionalidades para aumentar sua proteção. Uma delas é útil para quem usa a senha do Wi-Fi em outros serviços – o que não é recomendado.

Para evitar o risco de uma visita pedir a senha do Wi-Fi e usá-la para entrar em suas redes sociais, por exemplo, basta ativar o recurso “Rede para visitantes” no Google Home. Ele também permite limitar a quais dispositivos, como impressoras, TV e alto-falantes, a pessoa terá acesso.

O dispositivo também conta um recurso de “inicialização verificada”, que o impede de ser ligado caso o proprietário não tenha a versão oficial do Google Home.

O Google afirma que seu roteador realiza atualizações de segurança e desempenho automaticamente para garantir que o aparelho esteja sempre com os sistemas mais recentes.

Recurso “Wi-Fi da família” no Google Home — Foto: Reprodução
CLIQUE NA IMAGEM E FALE DIRETO PELO WHATSAPP