Saema informa que consumo de água caiu nos últimos dois dias em Araras, SP

Autarquia acredita que queda é consequência da também queda de temperatura e ações de conscientização.

O Saema – Serviço de Água e Esgoto do Município de Araras (SP) informa que a queda da temperatura nos últimos dois dias, somada a denúncias de desperdício e conscientização, contribuiu para que o consumo de água excessivo dos últimos 20 dias diminuísse.

Segundo a presidente do Saema, Marluce Natália de Góes Lima, a queda temperatura, bem como as ações de conscientização e monitoramento constante das equipes de vazamento de água, reservação, entre outras, refletiram diretamente nos reservatórios. Todavia, a presidente alerta que não podemos baixar a guarda. “Agradeço à população que atendeu ao nosso apelo, e peço que continuem acreditando no nosso trabalho, pois estamos atuando em todas as frentes para abastecer todas as regiões. Nesta quinta-feira (8), por exemplo, entrou em operação o Sistema de Abastecimento de Água da Zona Sul, o Sabaz Sul”. Porém, sabemos que a água é um bem finito, temos que usar com consciência”.

clique na imagem e saiba mais

A autarquia protocolou recentemente no cartório eleitoral pedido para veiculação de campanhas de economia de água nos meios de comunicação da cidade, que já foi deferido, porém está aguardando publicação.
O Saema está com um carro de som rodando a cidade com uma campanha de conscientização, solicitando a todos os munícipes que economizem água, evitando lavar calçadas, quintais e carros, e encher piscinas, por exemplo.

Ações que também ajudam a diminuir o consumo de água são reduzir o tempo do banho, reaproveitar a água da máquina de lavar roupa, manter a torneira fechada enquanto escova os dentes e faz a barba, desligar o chuveiro enquanto se ensaboa e principalmente corrigir vazamentos em casa.

Fiscalização – O Saema está designando 22 funcionários para atuarem nas ruas fiscalizando e orientando à população.

Atualmente, as barragens que abastecem Araras estão com bons níveis de água, mas é época de estiagem. Além da pouca chuva, as altas temperaturas estimulam o consumo, diminuindo mais rapidamente o nível dos reservatórios que abastecem a cidade, o que pode ocasionar falta d’água temporária em alguns pontos até que eles sejam abastecidos de novo.

Falta de água na região leste – Para resolver o problema de falta d’água na região leste, o Saema está implantando o Sabaz Leste (Sistema de Abastecimento da Zona Leste), que consiste na instalação de tubos de 630 mm de diâmetro, por cerca de 8 km, direto da Estação de Tratamento de Água, no Jardim Cândida, até a Estação Elevatória do José Ometto, em frente ao Estádio Hermínio Ometto.

Enquanto o sistema não é concluído, a autarquia está realizando ações alternativas, para amenizar o problema mais rapidamente, interligando o que já está implantado em outra rede até a implantação total da nova tubulação. (Com informações comunicação Saema)