Santander prorroga pagamento de empréstimos e financiamentos

clique na imagem e saiba mais

A parcela que o consumidor pedir adiamento será recalculada conforme a taxa de juros do contrato vigente; prazo para pagamento pode ser ampliado em 60 dias

O Santander vai prorrogar em 60 dias o prazo para pagamento de empréstimos pessoais, financiamento imobiliário e automotivo. As medidas fazem parte de um pacote anunciado pelo banco para tentar mitigar danos a economia e a consumidores durante a propagação do novo coronavírus. A flexibilização, entretanto, só está disponível para os clientes pessoa física que estão com contratos em dia com o banco.

Clientes que têm contratos de crédito pessoal, crédito unificado, reorganização pode solicitar a prorrogação de até 60 dias para o próximo vencimento, sem cobrança de multa. A taxa de juros vigente será mantida. A parcela prorrogada terá nova data de vencimento e o valor recalculado. O mesmo mecanismo é válido para crédito automotivo.

No caso de crédito imobiliário, o cliente que optar pela prorrogação precisa pagar no mês que a parcela venceria originalmente o seguro obrigatório e taxas administrativas. A opção pela prorrogação deve ser feita pela Central de Atendimento.