Secretário ministra aula magna sobre “Liderança Militar” para alunos-oficiais do Barro Branco em SP

Em mais de uma hora de palestra, General Campos orientou os aspirantes a como se tornarem bons comandantes de tropa.

O secretário da Segurança Pública, general João Camilo Pires de Campos, ministrou, na manhã de terça-feira (22), uma aula magna para uma turma com mais de 200 alunos do 3º Ano do Curso de Formação de Oficiais (CFO), da Academia de Polícia Militar do Barro Branco (APMBB). 

Com o tema “Liderança Militar”, a palestra aconteceu na Associação dos Oficiais da PM, no bairro do Tremembé, na zona norte de São Paulo. Por mais de uma hora, o titular da pasta falou aos aspirantes sobre as principais características de um bom líder e sua diferença para o chefe.

clique na imagem e saiba mais

“Aqui estão futuros comandantes, pessoas que vão conduzir pessoas”, iniciou o general Campos que prosseguiu elencando os aspectos principais para ser um efetivo condutor de tropa. “O líder é muito mais do que um chefe. Ele agrega, conduz e encanta. A liderança é a mola que faz com que as tropas permaneçam e sejam coesas e motivadas”, acrescentou.

Em todo seu discurso, o secretário ressaltou a necessidade de cada aluno se tornar um líder, um comandante que fale com seus subordinados até a ponta da linha, conheça seus nomes, se importe com eles e também os reconheça. A afetividade foi um dos pontos de destaque da sua aula. “Na vida, a liderança é como em casa com nossos filhos. Primeiro o filho respeita os pais, depois os admira e, na sequência, os ama. É aí que acontece a liderança. É preciso criar vínculos”, enfatizou.

Além da relação com os liderados, as características pessoais de um líder também foram mencionadas ao longo da explanação. Conhecer a profissão, treinar o físico e a mente continuadamente, ser verdadeiro, honesto, leal e patriota foram alguns dos aspectos mencionados pelo general Campos ao falar de um bom líder. Entretanto, o respeito foi o mais frisado por ele. “Rígido sempre, ríspido jamais”, disse o titular da pasta, orientando a todos que nunca desrespeitem as pessoas ao seu redor.

O secretário também aproveitou o momento para passar algumas orientações aos futuros comandantes. Entre elas, ressaltou a importância de conhecer a tropa e ter interesse por ela; comunicar e informar sempre; ser preciso e firme, pensando sempre antes de agir ou falar; demonstrar em atitudes que é confiável; ter equilíbrio emocional; elogiar o bom trabalho e apoiar boas iniciativas;  demonstrar coragem; se empenhar em formar novos líderes e trabalhar para que os subordinados sejam melhores do que eles.

Por fim, o titular da pasta compartilhou a ideia que mais lhe agrada ao tratar de um bom comandante. “Existem centenas de teorias sobre liderança, mas só uma, na minha opinião, funciona: o exemplo. O líder é um exemplo para seus subordinados. Se isso não ocorrer, não há liderança”, finalizou.

Sobre a turma e o CFO

Estão cursando o 3º ano do CFO, 226 alunos-oficiais, sendo sete do Estado do Acre, com previsão de formatura em junho de 2021. Os aspirantes foram aprovados em concurso público e, desde então, passam por aulas na APMBB.

Ao longo da formação, reconhecida como graduação em Ciências Policiais de Segurança e Ordem Pública, os alunos passam por cerca de 6.500 horas de aula, totalizando três anos, nas quais são aplicadas  disciplinas como Polícia Comunitária, Direitos Humanos, Inteligência Policial, Noções de Polícia Científica, entre outras.

Depois de graduados, os oficiais estarão aptos para o exercício de comando e gestão das atividades de polícia ostensiva, preservação da ordem pública, defesa civil e territorial.