Segunda reunião de auditoria interna analisa sobre contribuição previdenciária dos servidores municipais de Conchal.

A contribuição foi descontada da folha de pagamento dos funcionários e não foi repassada aos cofre do ConchalPrev no final de 2016. A irregularidade já foi encaminhada ao Ministério Público do Estado de São Paulo em 02 de março de 2017

A Prefeitura de Conchal promoveu na tarde desta quarta-feira, dia 21, a segunda reunião com os membros da Comissão Municipal de Auditoria Interna, composta por profissionais da administração, conforme Decreto nº 3.979, de 05 de maio de 2017, representantes da imprensa local, representantes de entidades municipais e vereadores para analisar e levantar supostas irregularidades que aconteceram na gestão anterior e que levou o município a herdar uma dívida de R$ 32 milhões.

Irregularidades analisadas

clique na imagem e saiba mais

A Comissão Municipal de Auditoria Interna juntamente com os demais presentes analisaram toda a documentação relativa ao Processo Administrativo nº2017/02/000752 e o OF/GP nº 047/2017 referente ao (processo administrativo nº 2017/01/000095), ambos sobre a contribuição previdenciária dos servidores municipais que foi descontada da folha de pagamento dos funcionários e não foi repassada aos cofres do ConchalPrev no final de 2016.