Sem comorbidades, jornalista ararense de 34 anos morre de Covid-19

Siviero ficou internado por cerca de três semanas em um hospital de Limeira (SP), sendo que duas delas passou intubado na Unidade de Terapia Intensiva (UTI). Enterro será no sábado (17).

Um jornalista de 34 anos, sem comorbidades, morreu de Covid-19 nesta sexta-feira (16). Denny Siviero morava em Araras (SP) e trabalhava como servidor de carreira na assessoria de imprensa da Prefeitura Municipal de Pirassununga (SP).

Segundo um amigo do jornalista, Siviero ficou internado por cerca de três semanas em um hospital de Limeira, sendo que duas delas passou intubado na Unidade de Terapia Intensiva (UTI). Porém, o homem não resistiu ao agravamento da doença.

O corpo de Siviero vai ser enterrado no sábado (17), às 11h, no Cemitério Municipal de Araras.

Em defesa do isolamento social

Siviero defendia a quarentena e, pelas redes sociais, pedia que os amigos respeitassem o isolamento social. “Aguente em casa, cobre firme o governo para trazer medidas essenciais à nossa sobrevivência e ignore quem acha A ou B. Se convença pelos profissionais da saúde que estão no dia a dia dessa pandemia. Eles não querem ser heróis. Querem sobreviver, como nós. Dizem que mais ajuda quem não atrapalha. Se você quer ajudar, não seja idiota. Fique em casa”, escreveu em uma das publicações.

Ele atuou como jornalista no extinto jornal Tribuna do Povo e atualmente era jornalista concursado na Prefeitura de Pirassununga. Também era bacharel em Direito.

Situação Epidemiológica

Até o último boletim epidemiológico divulgado na tarde desta sexta-feira, Araras somava 17.223 casos de Covid-19, entre eles, 368 mortes. Do total de infectados, 17.068 já cumpriram o período de isolamento e estão recuperados. Outras 123 pessoas ainda aguardam resultados de exames.

CLIQUE NA IMAGEM E FALE DIRETO PELO WHATSAPP
ÁGIL DPVAT