Sem teto é encontrado dormindo dentro de saco de lixo: ‘Como se fosse embalagem vazia’, diz agente do SOS

Equipe do Serviço Especializado de Abordagem Social de Jundiaí (SP) levou o homem até um abrigo. ‘Pensei que podia ser meu pai’, afirma terapeuta que fez o resgate.

Um homem em situação de rua foi encontrado dentro de um saco de lixo para se proteger do frio e da chuva, em Jundiaí (SP). A imagem foi publicada nas redes sociais e ganhou a atenção dos moradores.

Na publicação, a terapeuta ocupacional do SOS Melina Nucci escreveu um texto contando um pouco sobre como se sentiu ao receber o homem após uma equipe do Serviço Especializado de Abordagem Social o resgatar. “Como se fosse uma embalagem vazia, ele estava dentro de um saco de lixo. Coube a mim atendê-lo, e o fiz com todo carinho pois pensei no meu pai”, escreveu.

clique na imagem e saiba mais

De acordo com a terapeuta, o homem foi encontrado na sexta-feira (21) pela equipe do SEAS, quando a temperatura caiu abaixo de 10ºC. Sensibilizada com a situação, ela decidiu escrever o post.

“Ele estava molhado e muito debilitado. Ele tem uma família, tem filhos. Eu escrevi o texto porque fiquei olhando para ele e pensei que podia ser meu pai. Esses filhos não devem nem imaginar que o pai deles foi encontrado assim. A família mora em Osasco e ele não sabia que não estava lá, estava muito confuso. Eu fico sem conseguir definir se ele estava nessa situação pelo frio e fome, então falei para ele ficar quentinho e ficar na casa de passagem no fim de semana”, explica.

“[A cena] foi muito forte, foi um impacto muito grande. A gente estava refletindo sobre isso, muitos deles trazem a bagagem em sacos de lixo e tudo que eles tem está lá, como se a vida coubesse dentro de um saco de lixo. Eu fiquei tão triste vendo ele ali”, conta.

Ela diz que, no dia seguinte, iria falar com o homem para saber um pouco mais sobre onde estava a família dele e tentar ajudá-lo. Porém, ao amanhecer, ele foi embora. “Ele saiu no sábado (22) e não voltou. Todo mundo estava atrás de dele, mas ele sumiu.”

A orientação para quem encontrar um sem teto em situação de risco é ligar para o abrigo no(11) 98531-0146 ou acionar a Guarda Municipal no telefone 153. (Com informações de Nicole Annunciato/G1)