Simulado de acidente com carga perigosa fecha trecho da SP-191 para treinamento em Araras, SP

PUBLICIDADE

Objetivo do treinamento é aprimorar o trabalho das equipes envolvidas no atendimento de ocorrências. Ação envolveu 50 pessoas e diversas equipes.

Um trecho da Rodovia Wilson Finardi (SP-191), em Araras, foi interditado na manhã desta sexta-feira (24) para um simulado de acidente com produtos perigosos. O objetivo do treinamento é aprimorar o trabalho das equipes envolvidas no atendimento de ocorrências dessa natureza nas estradas.

A ação da concessionária Arteris Intervias, realizada no dispositivo de acesso no km 52, ocorreu em parceria com a Polícia Rodoviária, Corpo de Bombeiros e Agência de Transporte do Estado de São Paulo (Artesp).

PUBLICIDADE

Cerca de 50 pessoas participaram do simulado que reuniu ainda equipes da Companhia Ambiental do Estado de São Paulo (Cetesb), Defesa Civil, Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu), Departamento de Trânsito de Araras, entre outras.

Objetivo do treinamento em Araras é aprimorar o trabalho das equipes — Foto: Ronaldo Oliveira/EPTV

Atendimento rápido e seguro

Segundo o gerente de Operações da concessionária, Fernando da Luz, os simulados ajudam a otimizar o atendimento. De acordo com ele, 30% do tráfego registrado pela concessionária responsável por rodovias na região são de veículos comerciais pesados e, em média, acontecem de quatro a cinco acidentes por ano envolvendo carga de produtos perigosos.

“A cada dez acidentes com produto perigoso, um tem vazamento, seja em pequena ou grande proporção. Por isso a importância do planejamento, da integração dessas instituições para que a gente possa fazer um atendimento rápido, seguro e com o menor transtorno para o usuário e para a comunidade”, disse.

Objetivo do treinamento em Araras é aprimorar o trabalho das equipes — Foto: Ronaldo Oliveira/EPTV

Preparação

Um pouco antes de tudo começar, muita preparação para que a simulação ficasse o mais próxima possível da realidade.

Um veículo foi amassado por um trator para reproduzir a ideia do impacto da colisão. Estudantes de enfermagem se maquiaram para parecer feridas. Os veículos foram posicionados no meio da pista e assim tudo foi interditado para começar a operação.

De acordo com o tenente da Polícia Militar Rodoviária Daniel Dworak Neves, é importante que tudo pareça o mais próximo da realidade.

“É difícil a gente conseguir fazer um treinamento que envolve todos esses órgãos juntos para simular a realidade, então é importante para a gente sanar qualquer erro para o dia que ocorrer um evento a gente estar totalmente alinhado e sabendo qual é a função de cada um”, disse.

Objetivo do treinamento em Araras é aprimorar o trabalho das equipes — Foto: Ronaldo Oliveira/EPTV
CLIQUE NA IMAGEM E FALE DIRETO PELO WHATSAPP