Sobe para 18 o número de mortos em acidente de ônibus em João Monlevade, MG

Bombeiros trabalham no local do acidente após ônibus cair de viaduto em João Monlevade, MG — Foto: Corpo de Bombeiros de MG/Divulgação via AFP

Homem de 59 anos morreu na manhã deste sábado (5) no Hospital Santa Margarida.

Subiu para 18 o número de mortos no acidente de ônibus em João Monlevade (MG), na BR-381 (veja a lista de nomes mais abaixo). Um homem de 59 anos, que estava internado no Hospital Santa Margarida, morreu na manhã deste sábado (5).

Segundo a assessoria da unidade de saúde, desde a tarde desta sexta-feira (4), ele estava internado no Centro de Terapia Intensiva (CTI). O homem era natural da cidade de São Paulo. De acordo com o último balanço da Secretaria de Estado de Governo, 23 pessoas ficaram feridas e outros três passageiros não precisaram de atendimento médico.

O ônibus da Localima Turismo, com placa de Alagoas, caiu no km 350 da BR-381, em um trecho conhecido como “Ponte Torta”, perto da entrada para Dom Silvério. De acordo com a Polícia Rodoviária Federal (PRF), a suspeita é de que o veículo tenha perdido o freio. O motorista pulou do ônibus e fugiu, segundo relatos de testemunhas aos policiais.

clique na imagem e saiba mais

A Polícia Civil de Minas Gerais instaurou inquérito para apurar as causas do acidente. Na manhã deste sábado, os corpos estavam no Instituto Médico Legal (IML) de Belo Horizonte aguardando a liberação das famílias. 

Acidente de ônibus em João Monlevade — Foto: Corpo de Bombeiros/Divulgação

Transporte irregular

Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT) informou que o ônibus não tinha autorização. “A empresa está cadastrada na ANTT e tem um Termo de Autorização para prestação de serviço regular concedido pela Justiça, por liminar. No entanto, o veículo em questão não estava habilitado para prestar o serviço de transporte de passageiros”, disse o órgão.

O ônibus com placa “DTD-7253”, de Mata Grande (AL), já havia sido autuado três vezes, em 2019, por transporte irregular de passageiros. A Prefeitura de Mata Grande (AL) disse que o ônibus saiu de Santa Cruz do Deserto, que fica na zona rural do município, e pegou passageiros por cidades vizinhas como Delmiro Gouveia e Água Branca. O ônibus passa pela Bahia, por Minas e chegaria até São Paulo. A cidade decretou luto oficial por três dias.

A Localima Turismo emitiu uma nota na qual expressa pesar e tristeza pelas vítimas e familiares familiares e diz que deve prestar “total assistência” a eles. A empresa afirmou, ainda, que os fatos estão sendo apurados e que está à disposição para suporte “humano, digno, com compaixão e empatia”.