Sobrevivente de acidente com 4 mortos tem alta após 41 dias internada e é recebida com festa em Rio Claro, SP

Letícia Roque, de 21 anos, viajava com amigos para praia, quando o carro que eles estavam bateu contra uma barreira metálica na Rodovia dos Bandeirantes, no dia 1º de janeiro.

Depois de 41 dias internada no Hospital Regional Dr. Vivaldo Martins, em Osasco, a jovem Letícia Roque, de 21 anos, teve alta hospitalar e voltou para Rio Claro (SP), na manhã desta quinta-feira (11), onde foi recebida com festa por parentes e amigos. 

Ela é a única sobrevivente do acidente que matou quatro jovens no início da madrugada do dia 1º de janeiro, no quilômetro 24,8, na Rodovia Bandeirantes, em São Paulo. Os amigos estavam a caminho da praia quando a tragédia aconteceu.

Carro que jovens de Rio Claro estavam ficou destruído após acidente — Foto: Arquivo Pessoal

Superação

Sob aplausos, lágrimas e muita alegria, Letícia foi recepcionada com comemoração e ganhou até uma faixa. Durante todo o período que a jovem ficou internada, amigos e familiares fizeram uma grande corrente de fé e orações para que a garota voltasse para casa.

clique na imagem e saiba mais

No acidente, Letícia fraturou cinco vértebras da coluna, as costelas, braço esquerdo, perna direita e quadril. Ela chegou a ficar 8 dias internada na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) e 33 no quarto. Agora, em casa, ela continuará o tratamento médico para que possa voltar a andar e realizar suas atividades costumeiras.

Amigos e familiares prepararam faixa motivacional para recepcionar jovem em Rio Claro — Foto: Daniela Souza/Arquivo Pessoal

Acidente com 4 mortos

De acordo com a assessoria de imprensa da CCR AutoBan, concessionária responsável pela rodovia, o acidente aconteceu por volta das 0h30, do dia 1º de janeiro, no km 24,8, próximo à entrada de São Paulo. O carro que os jovens estavam colidiu com uma barreira metálica.

Rhyan Phelipe, João Pedro Gonçalves Silva e Antony Damião morreram no local. O veículo que eles estavam, um Hyundai i30, ficou totalmente destruído, partido ao meio. Letícia Roque e Luan Costa foram socorridos em estado grave pela ambulância da concessionária e levados para o Hospital Regional Dr. Vivaldo Martins, em Osasco, onde Costa não sobreviveu aos ferimentos e faleceu pouco depois.

Os corpos dos rapazes foram enterrados sob grande comoção, dois dias após o acidente, em Rio Claro. As causas do acidente são apuradas pela Polícia Civil de São Paulo. 

ÁGIL DPVAT

Jovens de Rio Claro que morreram em acidente na Rodovia Bandeirantes — Foto: Reprodução/Redes Sociais