Sorvete é alimento e pode ser consumido o ano inteiro!

O sorvete pode ser considerado um alimento nutritivo, pois contém como seus ingredientes o grupo de macro nutrientes que garantem uma alimentação saudável.

“Sol, calor, verão. Tudo parece nos convidar a entrar numa loja ou passar num quiosque para se deliciar com um… sorvete. A iguaria doce e gelada, feita de suco de frutas e leite, vem desde há 3000 mil anos – primeiramente pelos chineses e depois trazida por Marco Polo em suas viagens para a Europa (e rapidamente disseminou-se na nobreza) – atingindo status de uma das sobremesas mais consumidas atualmente no mundo.

O brasileiro, em sua maioria, apesar de viver nesse maravilhoso país de dimensões e grandezas de calor tropical, considera o sorvete apenas uma delícia refrescante, uma eterna sobremesa somente dos dias quentes, de maneira que as médias e grandes empresas quase triplicam as vendas nestas épocas.

No entanto, o sorvete pode ser considerado um alimento nutritivo, pois contém como seus ingredientes o grupo de macro nutrientes que garantem uma alimentação saudável, tais como: carboidratos, proteínas e gorduras, que são responsáveis pelo fornecimento de energia, além de diversos processos vitais.

Além disso, nos hospitais o sorvete vem sendo muito utilizado, especialmente em crianças com dificuldade de se alimentar e, por ser gelado, como ótimo analgésico, ajudando a evitar as náuseas causadas pelos tratamentos contra o câncer.

Muitos evitam esse alimento por considerarem que o sorvete é tão somente uma sobremesa muito calórica e para ser consumida somente no verão. Mas o que a maioria não sabe é que quando comparada ao que costumamos consumir no dia a dia, o sorvete é a melhor opção não só para refrescar do calor dos dias quentes, mas também para melhorar o valor nutricional das pequenas refeições.

O consumo regular desse alimento pode também fornecer outros benefícios, como uma excelente quantidade de cálcio e uma boa fonte de proteínas, calorias e gorduras – proveniente do creme de leite e leite integral – que dão maciez e gosto ao sorvete.

clique na imagem e saiba mais

Ao lado dos tradicionais sorvetes, os fabricantes estão aumentando o leque de sabores e texturas introduzindo, com frequência, novidades em cardápios sofisticados — como as paletas mexicanas, os tradicionais gelatos artesanais, aqueles supermodernos de açaí, entre outros —, confirmando que o sorvete adquire o status de um alimento que pode ser consumido em qualquer momento.

Diante de tantas novidades e concorrências no segmento, a indústria está sempre se aperfeiçoando, e além de produzir sorvetes exclusivos — para quem tem algum tipo de intolerância alimentar, como à lactose ou ao glúten —, também está se preocupando em tornar seus produtos o mais natural possível, com baixo teor de açúcar, baixa caloria e com redução de gordura, além do uso de componentes que não sejam de origem animal, como na dieta vegana. Afinal, o consumidor está mais consciente, desejando ter uma vida mais sustentável, por isso almeja não apenas sabor, mas também saúde e sustentabilidade na produção.