Suspeito de abusar sexualmente de crianças é preso pela Polícia Civil no interior de SP

Investigação foi realizada pela Delegacia de Defesa da Mulher (DDM) de Dracena, cidade onde os crimes foram praticados. Prisão foi realizada mediante mandado de prisão preventiva.

A Polícia Civil cumpriu um mandado de prisão preventiva nesta terça-feira (20) contra um homem de 35 anos, suspeito de praticar abuso sexual em crianças, em Dracena (SP). A prisão aconteceu na cidade de Osvaldo Cruz, local em que o suspeito atualmente reside e trabalha.

Os boletins de ocorrência denunciando o crime de abuso foram registrados na Delegacia de Defesa da Mulher (DDM), em Dracena, local onde os responsáveis pelas crianças procuraram a unidade policial para formalizarem a denúncia.

Após ouvir os relatos dos pais e também das menores em escuta especializada, que é promovida na presença de um psicólogo, foi instaurado um inquérito policial e solicitado mandados de prisão preventiva e de busca e apreensão, os quais foram deferidos pelo juiz da 2ª Vara de Dracena.

Nesta manhã, policiais da DDM de Dracena, com apoio operacional do Grupo de Operações Especiais (GOE), se deslocaram para Osvaldo Cruz, onde o suspeito possui residência e trabalha como oficial administrativo, segundo a polícia. As diligências em Osvaldo Cruz tiveram o apoio de policiais da DDM e da delegacia da cidade.

Conforme a Polícia Civil, foram cumpridas duas buscas domiciliares e apreendidos dois computadores, três celulares e cartão de memória. A prisão ocorreu no local de trabalho do suspeito, que não reagiu a ordem de prisão e manifestou o seu direito constitucional ao silêncio.

Após a realização dos procedimentos na Polícia Civil, o homem foi conduzido para uma unidade prisional, onde ficou à disposição da Justiça. Denúncias anônimas e informações sobre casos de abuso sexual contra a criança e adolescente podem ser feitas pelo Disque Denúncia 100 (Serviço de Proteção de Crianças e Adolescentes com foco em Violência Sexual) e pelo telefone (18) 3821-4240, da Delegacia de Defesa da Mulher. O sigilo e o anonimato são garantidos.

CLIQUE NA IMAGEM E FALE DIRETO PELO WHATSAPP
ÁGIL DPVAT