Suspeito de matar motorista enforcado com cinto em é preso pela Polícia Civil

Anúncio
Clique na imagem. Link direto para Whatsapp


No dia do crime, polícia apreendeu um adolescente também suspeito de envolvimento na morte da vítima.

A Polícia Civil de Itaquaquecetuba (SP) prendeu nesta segunda-feira (7) um suspeito do assassinato do motorista de aplicativo Elvis Souza Leite, de 41 anos, que morreu enforcado com o cinto de segurança do carro durante uma tentativa de assalto na noite de 18 de setembro.

Na ocasião do assassinato, a polícia apreendeu um adolescente. Segundo a polícia, o menor confessou que cometeu o crime com outros dois homens. Assim, a Polícia Civil passou a investigar os suspeitos apontados pelo jovem e chegou a um deles na tarde desta segunda.

O suspeito tem 22 anos. Segundo a polícia, ele é um dos três suspeitos de matar o motorista. O adolescente apreendido, de acordo com o delegado Maurício Druziani, ele confessou o crime, mas negou a intenção de matar.

“Ele divulgou que juntamente com ele estavam dois elementos, vulgo Manga e Costela. Trabalhando em cima desses vulgos, fizemos várias diligências, e conseguimos a identificação desse indivíduo conhecido como Manga”, diz o delegado.

O delegado pediu o prisão temporária do suspeito, que já tem passagens pela polícia por receptação, tráfico de drogas e estelionato. “Agora nós estamos trabalhando no sentido de identificar, qualificar e prender o indivíduo que atende pelo vulgo de Costela”, detalhou.

Na delegacia, o suspeito preso disse que é inocente. Informações do caso podem ser passadas, com sigilo, pelo telefone 181.

Carro de motorista de aplicativo assassinado foi encontrado na Rua Ferraz de Vasconcelos, em Itaquaquecetuba — Foto: Reprodução/TV Globo

O crime

De acordo com a Polícia Militar, a namorada de um dos criminosos fez o pedido para uma corrida na Rua Valparaizo, em Itaquaquecetuba, e três homens entraram no veículo.

“Eu acredito que, durante o deslocamento, tenha havido uma briga. Os meliantes anunciaram o roubo, sem armamento, ele deve ter percebido a ocorrência e reagido. Os criminosos do banco de trás devem ter enforcado o motorista durante o deslocamento”, explicou Douglas Ramalho, tenente da Polícia Militar.

O veículo de Elvis foi encontrado na Rua Ferraz de Vasconcellos, via que fica a 500 metros de onde a corrida começou. Os criminosos não roubaram nada do motorista, segundo a PM.