Terminal de ônibus da Zona Leste receberá o nome de João Franchozza “Colêra” na região leste de Araras, SP

O objetivo principal do Terminal é realizar a integração dos usuários em menor tempo, o que agilizará o deslocamento das pessoas até a região central da cidade.

Os vereadores aprovaram por unanimidade, na noite da última segunda-feira (2), o projeto de lei de autoria do vereador Pedro Eliseu Sobrinho (DEM), que denomina o Terminal Leste de Integração Urbana de ônibus de João Franchozza, mais conhecido por Colêra.

O Terminal Urbano localizado na Zona Leste em Araras (SP) fica nas proximidades da FATEC, do Centro de Atendimento ao Munícipe Guerino Bertolini e da UPA 24h. As obras estão na fase de acabamento e a inauguração está prevista para o começo de 2020.

O objetivo principal do Terminal é realizar a integração dos usuários em menor tempo, o que agilizará o deslocamento das pessoas até a região central da cidade.

João Franchozza – Colêra – que dará o nome ao Terminal, foi um dos maiores nomes do rádio ararense. Durante 60 anos atuou como radialista da Rádio Clube, emissora pioneira na radiodifusão AM de Araras, a qual era proprietário. Ele faleceu no dia 4 de janeiro de 2019, aos 86 anos.

Ante de ser radialista e proprietário da Rádio Clube Ararense, João Franchozza – Côlera – formou dupla sertaneja com o parceiro Campinho, inclusive produzindo um disco como músico, letrista e cantor, alcançando grande sucesso no meio sertanejo.

Nessa mesma época, também ficou famoso ao formar o trio Colêra, Campinho e Vicentinho, este último exímio sanfoneiro, para a apresentação de shows e bailes de músicas sertanejas, aos sábados, em clubes da zona urbana e salões da zona rural, em Araras e região.

Mas, foi como comunicador sertanejo que efetivamente o Colêra, com seu palavreado simples, divertido e pontuado de credibilidade, alcançou o ápice de sua carreira profissional como radialista, apresentando diversos programas do gênero sertanejo nos mais diversos horários.

O seu principal programa permaneceu no ar ininterruptamente por décadas liderando a audiência de segunda a sexta-feira, das 5h às 8h, com informações sobre todos os acontecimentos da cidade, com prioridade às notícias policiais, utilidade pública e notas de falecimento, com a execução e predileção pelas músicas sertanejas raízes.
Posteriormente, na companhia dos filhos – Maria Fernanda, João Marcelo e Meire Therezinha -, também tornou-se sócio do Sistema Ararense de Comunicação, detentor da Rádio Tropical FM.

VEJA TAMBÉM: Bolsonaro diz que pretende elevar faixa de isenção do IR para ‘próximo de R$ 2 mil’ neste ano