Traficante oferece droga para investigador da DISE e acaba preso em flagrante em Limeira, SP

O investigador simulou querer comprar, tendo o “vendedor” entrado a residência dos fundos e retornado com um pino de cocaína.

Na manhã de quarta-feira (7), um policial civil da DISE – Delegacia de Investigações Sobre Entorpecentes de Limeira (SP), durante investigação sobre denúncia de tráfico de drogas pela região do Jardim Gustavo Picinini, se passou por cidadão comum para flagrar a atividade criminosa, e foi até o local com uma viatura descaracterizada. 

Ele chamou a atenção do suspeito, que chegou a lhe oferecer droga à venda, e acabou recebendo voz de prisão em flagrante. De acordo com informações, toda a operação teve início quando o delegado Siddhartha Carneiro Leão, que é titular da DISE, colocou suas equipes para apurar novas denúncias de tráfico na região.

clique na imagem e saiba mais

Os policiais civis Jane e Ricardo estavam acompanhados dos colegas Tiago, Rafael e Anderson e realizavam diligências em pontos conhecidos de venda de drogas quando ao passar com duas viaturas descaracterizadas pela rua João Ari Cason, altura do nº 39, o indivíduo, que estava sentado na calçada, aproximou-se da viatura dirigida pelo policial Ricardo, e ofereceu-lhe um pino de cocaína a venda.

O investigador simulou querer comprar, tendo o “vendedor” entrado a residência dos fundos e retornado com um pino de cocaína. Ao se aproximar novamente da viatura descaracterizada, a outra viatura, com o restante da equipe se aproximou.

Ao perceber que se tratavam de policiais, tentou fugir correndo a pé, jogando o entorpecente sobre o telhado de uma residência. Ele foi detido com R$ 7,00 e um telefone celular. Em seguida, o pino que ele havia jogado sobre o telhado foi recuperado e os policiais entraram sua residência.

Na vistoria ao imóvel, a policial Jane encontrou numa gaveta da pia outros 25 flaconetes iguais ao primeiro, tendo dado voz de prisão em flagrante ao acusado pelo crime de tráfico de drogas. Ele foi apresentado na DIG, juntamente com o dinheiro, drogas e celular, para adoção das medidas de Polícia Judiciária.

Após a constatação da substância entorpecente, a prisão foi ratificada pelo delegado Siddhartha, que lavrou o auto de prisão em flagrante, recolhendo o acusado no setor de custódia da Delegacia Seccional de Polícia de Limeira, à disposição da Justiça.