Treze envolvidos em golpes contra idosos são presos em SP

Os crimes eram operacionalizados a partir das duas centrais.

A Polícia Civil prendeu, na manhã de quinta-feira (4), 13 pessoas que integram uma quadrilha especializada em aplicar golpes em idosos. A ação possibilitou desativar duas centrais, utilizadas para o crime, que funcionavam na zona norte da Capital de São Paulo.

Os trabalhos foram realizados por agentes da 2ª Delegacia de Polícia de Investigações sobre Estelionato e Crimes contra a Fé Pública, do Departamento Estadual de Investigações Criminais (Deic), que investigava o esquema há cerca de três meses.

As informações indicaram que os idosos eram convencidos de que interagiam com funcionários de instituições financeiras e, assim, revelavam dados cadastrais e senhas e entregavam cartões magnéticos aos vigaristas por meio de retirada com motoboys.

Os criminosos então destruíam as finanças das vítimas, a maioria com idades entre 80 e 85 anos. Os golpes eram efetivados a partir de transferências via PIX, compras fictícias em empresas integrantes do esquema, empréstimos e saques na boca do caixa. 

Os levantamentos apontaram que três pontos comerciais- duas tabacarias e uma loja de equipamentos automotivos – integravam a estrutura da quadrilha. A partir dos dados colhidos, foram requisitados mandados de busca, prontamente deferidos.

Com as ordens judiciais, os agentes conseguiram desarticular as centrais a partir da apreensão de equipamentos usados para o crime – notebooks, celulares e máquinas de cartões – e ainda prender 13 dos envolvidos no esquema. As diligências foram realizadas na região da Casa Verde, na zona norte de São Paulo. As investigações prosseguem.

CLIQUE NA IMAGEM E FALE DIRETO PELO WHATSAPP