Trio suspeito de desviar produtos do Sedex é preso no interior de SP

Uma mulher e dois adolescentes faziam parte do esquema. Mais de 400 produtos desviados foram encontrados em um restaurante em Barra do Tuvo (SP).

A Polícia Rodoviária Federal (PRF) apreendeu, neste domingo (26), dois adolescentes e uma mulher suspeitos de integrarem uma quadrilha especializada no desvio de encomendas despachadas pelo Sedex e transportadas pelos Correios. A ação foi realizada na Rodovia Régis Bittencourt, na altura de Barra do Turvo, no interior de São Paulo.

Segundo informações divulgadas pela PRF, a quadrilha desviava computadores, celulares e roupas de marca. O trio foi apreendido durante uma fiscalização policial, na qual os agentes desconfiaram de um veículo que estava transitando muito próximo a um caminhão dos Correios.

clique na imagem e saiba mais

Os policiais suspeitaram de um possível roubo, fizeram a abordagem e constataram que havia no veículo um casal de adolescentes, sendo um rapaz com 17 anos e uma garota com 15. Eles também encontraram uma televisão e um notebook, sem documento de origem. O jovem disse que veio para a Cidade buscar os equipamentos de seu cunhado, que é motorista do Sedex.

Segundo a PRF, o adolescente confessou que retirou as mercadorias de um restaurante às margens da rodovia, usado para o armazenamento. No local, os policiais encontraram grande quantidade de mercadorias apropriadas indevidamente das encomendas do Sedex. Algumas estavam, inclusive, expostas para venda no próprio restaurante.

De acordo com informações, no restaurante havia 63 pares de calçados, 79 peças de vestuário, 110 itens de cosméticos, 45 acessórios, 48 eletrônicos diversos, 10 notebooks e 50 celulares.

A proprietária do restaurante explicou que armazenava as mercadorias que o motorista do Sedex desviava do caminhão que conduzia. Ela foi presa e os adolescentes foram apreendidos. Todos foram conduzidos para a Delegacia de Polícia Civil de Barra do Turvo. Segundo a PRF, ainda estão sendo realizadas diligências para localização do caminhoneiro.