Troca de ponte do Curtume Graziano é prevista para 2018 em Araras, SP

Anúncio
Clique na imagem. Link direto para Whatsapp


O cronograma pode mudar e tudo depende do comportamento do clima nas próximas semanas e meses

Das duas pontes que formam a rotatória do Curtume Graziano uma será substituída, conforme consta no projeto da Macrodrenagem Urbana. Porém, a substituição não deve ser feita neste ano, informa o secretário municipal de Planejamento, Paulo Bertolini. A outra ponte da mesma rotatória, que estava interditada, foi liberada na tarde da última terça-feira (7).

A ponte prejudicada pela chuva permite acesso da Rua Domingos Graziano com a Rua Eolo Camargo Preto, sentido bairro/Centro. Parte do asfalto cedeu durante o forte temporal que atingiu a cidade na noite do último sábado (4), que obrigou a interdição para veículos e pedestres.

Entre o domingo (5) e a terça-feira o trânsito foi desviado na Avenida Dona Renata (Marginal) e na Rua Eolo Camargo Preto, que sofreu alteração na direção. A Construtora Tecla, responsável pela Macrodrenagem Urbana, fez uma obra emergencial para conter o avanço da erosão.

Bertolini explica que aduelas de concreto foram colocadas na margem que cedeu e dentro das aduelas pedras, que são conhecidas como tachões, foram colocadas. Concluída a instalação, uma nova camada de asfalto foi aplicada. Antes de liberar a ponte para o tráfego o Demutran (Departamento Municipal de Trânsito) realizou testes junto com a empresa e as secretarias de Planejamento e Obras.

Troca de uma das pontes deve ocorrer apenas em 2018

O projeto da Macrodrenagem Urbana prevê a substituição de uma das pontes da rotatória do Curtume Graziano. A que sofreu efeitos da chuva é a mais nova, mais alta e permite vazão maior das águas do Ribeirão das Furnas.

Não será necessário substituir a ponte, ao contrário da outra que fica no sentido Centro/bairro. Por ser mais antiga, mais baixa e com menor vazão das águas do ribeirão, o projeto prevê a substituição.

Porém, ela não é prevista a ser feita até o fim deste ano, conforme disse o secretário de Planejamento Paulo Bertolini. De acordo com o secretário, no prazo de 20 dias a canalização do ribeirão, que atualmente está pouco à frente do Walmart, deve chegar até a rotatória.

“Depois a canalização continua no trecho que fica no meio das duas pontes e pula a ponte que será substituída. Em seguida, a obra segue no trecho que passará em frente ao Colégio COC até a rotatória da Minas Tintas”, prevê Bertolini.

O cronograma pode mudar e tudo depende do comportamento do clima nas próximas semanas e meses. “Como o período do fim do ano tem grande movimento, por conta das festas, está prevista a substituição da ponte somente para o ano que vem para prejudicar menos a rotina dos munícipes”, finaliza.

Fonte: Tribuna do Povo