UFSCar convida mulheres que fizeram cirurgia de retirada de câncer de mama para pesquisa

Para participar, é necessário ter acima de 18 anos e as voluntárias devem ter completado definitivamente o ciclo de tratamento da doença.

Uma pesquisa desenvolvida pelo Departamento de Enfermagem da Universidade Federal de São Carlos (UFSCar) convida mulheres que tenham passado pela cirurgia de retirada de câncer de mama (mastectomia) a participarem de estudo. O objetivo da pesquisa é avaliar a prevalência de dor crônica nas pacientes após a realização da cirurgia, ou seja, dores que persistem por mais de três meses.

Os pré-requisitos para participar são: ter acima de 18 anos e ter completado por definitivo o ciclo de tratamento da doença, não sendo permitida a colaboração de mulheres que apresentem um quadro de reincidência do câncer.

Questionário online

A participação na pesquisa consiste na resposta a um questionário online, que ficará disponível até o dia 30 de setembro. Para ter acesso ao formulário, é necessário entrar em contato com a pesquisadora responsável pelo estudo, Vânia Hayashi, por meio do e-mail [email protected] ou pelo WhatsApp (16) 99635-7931.

Como a contribuição com o estudo será feita de modo online, não há restrição quanto à residência das voluntárias, que podem ser de todo o país. O estudo é desenvolvido com foco no aperfeiçoamento da capacitação do profissional de saúde que trata pacientes com câncer de mama.

Assim, a avaliação dos níveis de dor sentida pelas mulheres que realizaram a mastectomia pode ajudar a entender o que desencadeia esse desconforto e quais são as melhores estratégias para ajudar as pacientes que sofrem com esse problema.

CLIQUE NA IMAGEM E FALE DIRETO PELO WHATSAPP
ÁGIL DPVAT