URGENTE! Homem mata companheira e depois comete suicídio em Araras, SP

Caso aconteceu no Residencial Parque Alvorada. Corpos foram encontrados em apartamento no domingo (6).

Um homem matou a companheira a facadas em Araras (SP) e ligou para a Polícia Civil na tarde de domingo (6) para comunicar o crime, antes de tirar a própria vida.

s vítimas foram identificadas como Lorena Santana Dias Cruz, de 29 anos, e Givanilson Dos Santos Cruz, cuja idade não foi informada. O caso registrado como homicídio e suicídio consumado aconteceu no Jardim Celina.

Na tarde de domingo, a Polícia Civil recebe uma ligação do suspeito contando que tinha feito. O delegado Luis Henrique Lima Pereira e um investigador foram até o Residencial Parque Alvorada.

Ao aproximar do apartamento, os policiais sentiram o odor característico de cadáver. Eles arrombaram a porta, na presença do zelador, e encontraram os corpos.

Segundo informações do boletim de ocorrência, havia muito sangue espalhado pelos cômodos. Lorena estava caída na sala com sinais de perfuração de faca. Já o companheiro estava caído na área da cozinha e não apresentava sinais de lesões externas.

Briga e facadas

A polícia apreendeu duas facas, dois aparelhos celulares, além de um caderno com descrições típicas de ato suicida.

De acordo com o B.O., ao que se apurou preliminarmente o suspeito teria desferido golpes de faca na vítima e ingerido medicamentos em seguida para se matar. Os policiais encontraram cartelas e caixas de medicamentos próximos ao corpo dele.

Artigos Relacionados

Acusado de estupro de uma criança de 4 anos preso pela PM é liberado após ser ouvido no plantão policial de Araras, SP

No local, a equipe policial fez contato com o pai da vítima, que informou que...

Confira as informações do Plantão Policial desta quinta-feira (18), com o repórter Beto Ribeiro

  O Café Júnior – Um primor de café desde 1945, traz as principais notícias policiais...

Mulher é denunciada por permitir espancamento brutal de filho de 2 anos

Segundo promotor, Ana Beatriz Morais de Oliveira, de 22 anos, poderia e deveria ter evitado...

Últimas Notícias