USP: Hospital das Clínicas participa de painel da 75ª Assembleia Geral da ONU

Fotorreportagem da USP na Cidade Universitária. Local: São Paulo/SP. Data: 26/07/2018. Foto: Governo do Estado de São Paulo

Primeira semana de atividades foi marcada por encontros de diversos grupos de trabalho ligados à Organização das Nações Unidas.

O Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo (USP) participou da 75ª Assembleia Geral da Organização das Nações Unidas (ONU), em um painel realizado em 17 de setembro para discutir o papel da tecnologia e da comunidade para promover o progresso e atingir os Objetivos de Desenvolvimento Sustentável da ONU (ODS). O evento da Blockchain Central UNGA foi transmitido ao vivo para o público.

A Assembleia Geral da ONU teve início no dia 15 de setembro e, em razão da pandemia, pela primeira vez foi realizada de modo virtual. A primeira semana foi marcada por encontros dos diversos grupos de trabalho ligados à organização. Os debates e discursos dos chefes de Estado aconteceram nesta semana.

clique na imagem e saiba mais

A participação do HC é fruto da parceria com o laboratório de tecnologia Sthorm. O professor Giovanni Guido Cerri, presidente do Conselho de Inovação do HC, e o professor Esper Kallás, titular do Departamento de Moléstias Infecciosas e Parasitárias da Faculdade de Medicina da USP, representaram a Instituição. Pela Sthorm, a fala ficou por conta do CEO Pablo Lobo.

Pesquisas

A apresentação do Hospital das Clínicas focou o uso de tecnologias para ajudar no enfrentamento da pandemia do novo coronavírus, além de tratar sobre vacinas contra essa doença. O HC foi o principal centro de atendimento de casos graves da COVID-19 no Brasil e está realizando, junto a outros centros, os testes clínicos para a vacina Coronavac, da farmacêutica Sinovac, em uma parceria com o Instituto Butantan. Também foi um dos líderes no desenvolvimento de pesquisas e tecnologias, como uso de inteligência artificial para diagnóstico e para rastreamento de casos.

“O Inova HC fez um grande esforço para mover a inovação no sentido de melhor enfrentarmos a pandemia. Uma plataforma de inteligência artificial foi desenvolvida para dar mais precisão e velocidade no diagnóstico de casos, entre outras iniciativas. Foi uma corrida da tecnologia em favor da vida”, afirma o dr. Giovanni Cerri.

“O HC foi sem dúvida um dos principais centros na resposta à pandemia do mundo. Não apenas pela quantidade e gravidade dos casos atendidos. Mas pela qualidade da resposta que ofereceu. E a inovação foi um parceiro fundamental. Levar essa experiência para um evento da Assembleia Geral da ONU é uma ótima oportunidade para falarmos sobre essa experiência e ouvirmos outras iniciativas”, salienta o dr. Esper Kallás.

Membro do Global Blockchain Business Council, Pablo Lobo ressaltou a importância da parceria com o Hospital das Clínicas. “É fundamental fortalecermos a parceria com um centro de excelência como o HC. O apoio à pesquisa, ensino e assistência de qualidade mostrou-se central para o enfrentamento da pandemia. O uso da tecnologia em favor da ciência e das pessoas precisa avançar sempre. Não podemos perder essa oportunidade”, destaca o CEO da Sthorm.