Vendas de autoteste para HIV em farmácias do país serão iniciadas no fim de junho

As farmácias de todo país vão começar a vender até final deste mês o primeiro autoteste para detectar HIV, que causa a Aids.

A Agência Nacional de Vigilância Sanitária, a Anvisa, registrou o medicamento em maio para a fabricação e comercialização no Brasil. O produto é destinado ao público geral, e poderá ser vendido em farmácias e drogarias.
De acordo com a empresa, Orange Life, que irá produzir o teste, o método para descobrir a doença é mais uma ação para ajudar o Programa Conjunto das Nações Unidas sobre HIV/Aids para acabar com a epidemia da doença. A primeira estratégia é que até 2020, ao menos 90 por cento das pessoas contaminadas pelo vírus tenham diagnóstico da doença, para que recebam o tratamento adequado e eliminem sua carga viral.
Segundo a Anvisa, o produto, que vai chamar Action, funciona com a coleta de gotas de sangue, semelhante aos testes já existentes para medição de glicose por diabéticos. O resultado aparece na forma de linhas que indicam se existe ou não a presença do anticorpo do vírus. O resultado leva de 15 a 20 minutos para ficar pronto e o teste funciona para os dois subtipos do vírus que provocam a Aids.

clique na imagem e saiba mais