No acumulado de janeiro a setembro de 2017, a fabricante manteve a liderança com quase 30% de participação de mercado

Para a Mercedes-Benz as vendas de caminhões devem crescer cerca de 20%, em 2018. Para o vice-presidente de vendas, marketing e peças & serviços caminhões e ônibus, Roberto Leoncini, além do transporte graneleiro, canavieiro e demais atividades do agronegócio, outros setores começam a dar sinais de retomada, como a mineração, transporte de gases e líquidos, combustíveis e produtos frigorificados. “O nível de consulta por parte dos clientes vem aumentando de forma consistente, o que confirma essa tendência”.

Já para o presidente da Mercedes-Benz no Brasil e CEO América Latina, Philipp Schiemer, a economia brasileira também ajuda, na medida em que sinaliza uma retomada do crescimento. “Fatores como inflação sob controle e juros mais baixos, por exemplo, devem motivar as empresas a renovar ou ampliar suas frotas”, diz ele.

No acumulado de janeiro a setembro de 2017, a fabricante manteve a liderança com quase 30% de participação de mercado e 9.343 caminhões emplacados. Em setembro, ficou entre as principais que mais venderam  caminhões extrapesados no País. Com o emplacamento de 439 unidades, alcançou participação de 23%. Foram emplacados 295 caminhões extrapesados rodoviários da marca e no segmento fora de estrada, foram emplacadas 144 unidades, alcançando quase 50% de participação.

+ CLIQUE AQUI E VEJA OUTRAS NOTÍCIAS