Vereador Felipe Beloto entrega título de Cidadão Ararense a Delegado Seccional Antonio Luis Tuckumantel

clique na imagem e saiba mais

Na carreira possui atuação de destaque, concluindo inquéritos policiais em menos de um mês, recebendo elogios até da Assembleia Legislativa de São Paulo.

Por Nilsinho Zanchetta – Diretoria de Comunicação da CMA

O delegado Antonio Luis Tuckumantel – titular da Delegacia Seccional de Polícia de Limeira (SP), recebe na sexta-feira, dia 14 de fevereiro, às 19h30, em sessão solene no Plenário Vereador Bruno Moysés Batistela, na Câmara Municipal de Araras (SP), a cidadania ararense.

Ele é responsável pela Polícia Civil, dos municípios de Araras, Cordeirópolis, Iracemápolis, Leme, Santa Cruz da Conceição, Pirassununga e Limeira. A propositura aprovada pelos parlamentares em Plenário é de autoria do vereador Felipe Dezotti Beloto (PL), conforme decreto legislativo nº 17 de 12 de novembro de 2019.

Natural de Pirassununga (SP), Antonio Luis Tuckumantel é casado com Maria Silvia Luccas Tuckumantel com quem tem quatro filhos: Ivan, Elton, Renan e Marcio. São três netos: Davi, Miguel e Sofia.

Tuckumantel iniciou a carreira profissional como Técnico de som na Rádio Difusora AM 1290 de São José do Rio Pardo (SP) nos anos 70. Paralelo ao trabalho na emissora, formou-se no curso de Filosofia na Faculdade de Ciências e Letras de São José do Rio Pardo e depois em Direito na Faculdade de São João da Boa Vista (SP).

Em 1978, ingressou na Polícia Civil do Estado de São Paulo, na função de Investigador, exercendo a carreira em Araras, onde ficou por sete anos, até 1985, mesmo ano em que foi aprovado em concurso público, iniciando a carreira de Delegado de Polícia.

Na função de delegado, atuou nas cidades paulistas de São Paulo, Campinas, Casa branca, Mogi-Guaçu, Leme, Rio Claro e Limeira. O sucesso como delegado, fez Tuckumantel receber vários prêmios, como o Diploma de Gratidão da Cidade de Limeira e a Medalha de Mérito Cívico XV de Setembro “Ordem Tatuiby” também em Limeira. Além do Grã-Colar “Libertadores da América” da Câmara Brasileira de Cultura, no Memorial da América Latina, em São Paulo. Em 2003, foi agraciado com o Título de Cidadão Limeirense.

Tuckumantel concluiu o Curso Superior de Polícia realizado pela Academia de Polícia de São Paulo com intercâmbio com a Polícia de Joanesburgo na África do Sul, onde esteve no ano de 2011. De volta ao Brasil, foi Professor de Direito na UNIFIAN em Leme e no ISCA Faculdades em Limeira.

Atualmente exerce a carreira de Delegado de Classe Especial na Delegacia Seccional de Limeira, comandando as cidades de Araras, Conchal, Cordeirópolis, Iracemápolis, Leme e Santa Cruz da Conceição. Na carreira possui atuação de destaque, concluindo inquéritos policiais em menos de um mês, recebendo elogios até da Assembleia Legislativa de São Paulo. Foi o responsável por solucionar inúmeros casos de grande repercussão, como roubos, furtos, extorsões e homicídios, entre eles, um crime de grande repercussão nacional.

Também foi o responsável pelo trabalho de cadastramento dos flanelinhas e vigilantes de Limeira em 2002, cuja a ação gerou maior controle de pessoas que se utilizavam deste tipo de atividade para cometimento de pequenos delitos e eventuais constrangimento.

Também em Limeira, Tuckumantel propôs a implantação de portais na cidade para coibir a criminalidade e monitorar digitalmente o acesso de veículos e pessoas oriundos de outros municípios.

Em 2018 foi nomeado Diretor do Departamento de Polícia Judiciária do Interior – DEINTER 9 – com sede em Piracicaba-SP, onde é o responsável pela gestão de 52 cidades, exercendo a função de diretor, focando seu trabalho principalmente no combate aos furtos e roubos de veículos nas cidades da região. No DEINTER 9, reativou o GOE – Grupo de Operações Especiais da Polícia civil.

Tuckumantel foi o grande responsável pela criação do grupo especializado na investigação de roubos a banco e explosões de agências bancárias e caixas eletrônicos, com atuação em toda a área Territorial do Departamento de Piracicaba. Mais recentemente, coordenou, enquanto Delegado Seccional, as equipes da Polícia Civil para o esclarecimento de forma célere de crimes igualmente de grande repercussão.

Participou da implantação do projeto pioneiro no Estado de São Paulo, conhecido como “Botão do Pânico”, que contou com a participação dos Poderes Legislativo, Executivo e Judiciário, das cidades de Limeira e Piracicaba. Criou o Projeto denominado “Vigilante Noturno” em Limeira, o qual consiste no cadastramento dos vigilantes noturnos, trabalhando junto as Forças de Segurança do Município.

A cerimônia é aberta ao público e terá transmissão ao vivo pela TV Câmara no canal 4 da NET, pelo site, Facebook e Youtube da Câmara Municipal.