Vereador Rodrigo Soares pede implantação do programa “Dia do Bem-Fazer” em parceria com o Instituto Camargo Corrêa em Araras, SP

O projeto nasceu em 2009 pelo Instituto Camargo Corrêa (ICC) que alinhou sua estratégia de investimento social com o desenvolvimento em inovação e sustentabilidade da Camargo Corrêa Infra.

O vereador Rodrigo Soares (PSDB), fez um indicação ao prefeito Pedrinho Eliseu, pedindo a implantação em Araras (SP) do programa “Dia do Bem-Fazer” em parceria com o Instituto Camargo Corrêa que é uma Cooperativa de Reciclagem para empregar mulheres e homens que são deixados de lado pelo mercado de trabalho.

JUSTIFICATIVA

O projeto foi implantado em Santa Bárbara do Oeste (SP) por meio de parcerias e suportes, com a Administração Municipal, Rotary Club e o Instituto Camargo Corrêa, que construiu o galpão de trabalho para os trabalhadores.

clique na imagem e saiba mais

“Aqui em Araras eu sugeriria uma parceria também com a Arteris/Intervias para a realização deste projeto que entendo ser muito importante para inserir pessoas carentes no mercado de trabalho”, disse Soares.

O projeto nasceu em 2009 pelo Instituto Camargo Corrêa (ICC) que alinhou sua estratégia de investimento social com o desenvolvimento em inovação e sustentabilidade da Camargo Corrêa Infra. O Dia do Bem-Fazer assume essa estratégia.

O ICC aplica tecnologia inovadora alinhada às demandas sociais, desenvolvendo ações de conscientização e educação ambiental para as comunidades nas regiões de atuação da construtora conectado aos ODS (Objetivos do Desenvolvimento Sustentável) da Organização das Nações Unidas.

Profissionais da construtora e seus familiares e amigos, junto de lideranças comunitárias, poder público, clientes e parceiros se articulam para desenvolver tecnologia social de longo prazo para as comunidades.

O equipamento, instalado em 11 comunidades no Brasil e duas na Colômbia, é capaz de produzir fertilizantes de qualidade e gás suficiente para três horas de uso em cozinhas comunitárias (considerando um único queimador de fogão) a partir de resíduos orgânicos.

Todo o processo de instalação, treinamento para a população e subsequente manutenção das máquinas é realizado permanentemente por profissionais voluntários da Camargo Corrêa Infra.

ÁGIL DPVAT

O Instituto Camargo Corrêa completou 20 anos de atuação em 2021 e, durante esse período, realizou 103 Projetos Sociais em 44 municípios em 15 diferentes estados, beneficiando diretamente 7.350 pessoas com um investimento total de R$ 28 milhões. Conseguiu reunir mais de 200 parceiros, dentre empresas, órgãos públicos, ONGs e universidades.