Veterinário que salvou cachorro esfaqueado relata indignação: ‘Ficamos tristes’

clique na imagem e saiba mais

‘Dogão’, como é chamado, não corre risco depois de ser esfaqueado durante uma briga de casal, em Jaú (SP).

Por Marília Moraes, G1 Bauru e Marília

O médico veterinário Marco César Doni Moraes, que atendeu o cachorro que foi esfaqueado após uma briga entre marido e mulher, em Jaú (SP), conta que o animal não corre risco. Segundo o profissional, o animal não teve órgãos perfurados.

Ele contou que o Dogão, como é chamado o cão, deve ganhar alta nesta quarta-feira (26). “Chegou aqui com uma grande hemorragia. Paramos todos os atendimentos e fomos direto para o centro cirúrgico. Constatamos perfurações profundas pelo dorso do animal e lacerações. Por sorte, nenhum órgão vital foi atingido”, explicou.

Após a cirurgia, o animal se recupera bem e a equipe médica aguarda o resultado dos exames. No entanto, para ser definitivamente liberado, o destino do animal precisa ser definido.

“Ainda não está decidido a guarda responsável do animal, mas é provável que algum membro da família acolha até que a guarda responsável seja definida”, comentou o médico

Após o susto, a equipe contou que ficou indignada com a situação. O animal deu entrada na clínica levado por um policial militar.

“No momento do atendimento, somos profissionais. Mas logo após, ficamos tristes e imaginamos como um ser humano e capaz de fazer uma maldade dessa”, disse o médico.

Mulher ataca cachorro com faca e tenta agredir outra pessoa em Jaú — Foto: Polícia Militar/Divulgação

Agressão

Segundo a Polícia Militar, a mulher que agrediu o animal teria discutido com o marido e esfaqueado ele em seguida durante a confusão.

O cão, que levou várias facadas pelo corpo, foi encaminhado ao pronto-socorro veterinário pela polícia. Conforme a clínica informou ao G1, ele passou por cirurgia e não corre risco.

A suspeita foi levada para a delegacia e o caso foi registrado na Central de Polícia Judiciária de Jaú. Ela foi ouvida e liberada em seguida.