Voluntários oferecem apoio psicológico de forma gratuita para professores

Stressful student feels unwell, has dizziness and headache, unable to work, writes down list to do in notepad, poses against blue background with written information. Employee feels strong migraine

Psicólogos voluntários atendem gratuitamente professores de escolas públicas de todo o Brasil por meio do programa ‘Apoio Emocional’.

Em meio ao agravamento da pandemia, psicólogos voluntários estão oferecendo, de forma gratuita, atendimento para professores de escolas públicas de todo o Brasil por meio do programa ‘Apoio Emocional’, projeto do Quero na Escola em parceria com a Fundação SM, que faz conecta profissionais da saúde mental e educadores.

No primeiro mês de inscrições, o projeto teve mais de 250 pedidos de professores de 100 escolas diferentes e mais de 80 voluntários inscritos. As conexões serão feitas até julho, mas os professores e voluntários conectados podem seguir juntos.

Recentemente, uma publicação nas redes sociais do professor de história e literatura Dennis Almeida, que atua na rede privada da Grande São Paulo, viralizou entre os internautas, evidenciando o cansaço mental dos docentes.

Após preparar a aula para estudantes do ensino médio, Almeida entrou na sala online e não encontrou ninguém. Nenhum aluno estava online. “Me senti um lixo. Não pelo abandono, mas por ter sido fácil demais fazer isso”, escreveu no Twitter.

A publicação já recebeu mais de 55 mil curtidas e respostas de outros docentes relatando situações semelhantes.

Interessados em receber ajuda ou atuar como voluntários no projeto ‘Apoio Emocional’ devem se cadastrar pelo link queronaescola.com.br/apoioemocional.

Fontes: ECOA | UOL / G1 Notícias

CLIQUE NA IMAGEM E FALE DIRETO PELO WHATSAPP
ÁGIL DPVAT