Willian, do Corinthians, desabafa sobre violência no futebol brasileiro: ‘Tragédia anunciada’ 

PUBLICIDADE

O craque do Timão escreveu um texto para falar sobre o episódio ocorrido na Vila Belmiro, após a classificação diante do Santos, na Copa do Brasil.

O meia-atacante Willian, do Corinthians, usou sua conta no Instagram para lamentar o episódio ocorrido na noite da última quarta-feira, 13, quando torcedores do Santos invadiram o gramado da Vila Belmiro – um deles tentou agredir o goleiro corintiano Cássio. Além de pedir mais segurança e cobrar punição severa aos infratores, o experiente jogador fez um desabafo sobre a violência no futebol brasileiro, dizendo que o esporte local “caminha a passos largos para uma tragédia anunciada”. Vale lembrar que, nos últimos meses, Willian chegou a registrar boletim de ocorrência em duas oportunidades após sofrer ameaças de morte de torcedores do Timão. 

PUBLICIDADE

“O futebol brasileiro caminha a passos largos para um tragédia anunciada. Esses bandidos que se dizem torcedores precisam ser punidos de forma severa, para que sirvam de exemplo. Além disso, os estádios precisam garantir a segurança tanto aos atletas quantos à maioria dos torcedores, que certamente não compactuam com esse comportamento selvagem dos que se disfarçam de torcedores para cometer agressões e agir de forma ilegal. Espero que as autoridades responsáveis façam a sua parte”, disparou o craque do Corinthians.

De acordo com a última atualização da Polícia Militar de São Paulo, oito torcedores do Santos foram presos pela invasão do jogo válido pelas oitavas de final da Copa do Brasil, mas já foram liberados. Após o árbitro registrar o caso na súmula da partida, o Peixe pode ser punido com até dez duelos de portões fechados na Vila Belmiro ou com perda de mando de campo. Eliminado da Copa do Brasil, o Peixe tem apenas o Campeonato Brasileiro a ser disputado neste ano e pode sofrer sanção ainda nesta temporada. Em nota, o Corinthians cobrou pena severa aos infratores. Com a repercussão do caso, até o atacante Neymar, camisa 10 da seleção brasileira e do Paris Saint-Germain, lamentou o episódio. 

PUBLICIDADE
CLIQUE NA IMAGEM E FALE DIRETO PELO WHATSAPP