Artista tem bolsa furtada durante feira de artesanato na Praça Barão e perde lembranças do filho falecido na pandemia em Araras, SP

A perda das lembranças do filho trouxe à tona sentimentos de dor e saudade, ressaltados pela falta de possibilidade de recuperação das preciosas lembranças.

Uma triste ocorrência abalou a feira de artesanato realizada na Praça Barão de Araras (SP) na segunda-feira, dia 7 de agosto. Patrocínia Aparecida Francisco, uma artesã local, teve sua bolsa furtada enquanto trabalhava no evento. Além dos documentos pessoais que estavam em sua bolsa, ele teve seu celular com lembranças inestimáveis ​​de seu filho, que faleceu durante uma pandemia.

O incidente ocorreu no auge da movimentação do evento, quando Patrocínio estava focado em exibir suas criações e interagir com os visitantes. Ela relatou que um indivíduo se aproveitou da distração e rapidamente pegou sua bolsa antes de desaparecer na multidão. A ação criminosa foi registrada por câmeras de segurança.

A bolsa continha documentos essenciais, como carteira de identidade e CPF, além de um celular. No entanto, o valor mais significativo estava nas lembranças contidas no aparelho. “Meu único filho faleceu durante uma pandemia, e todas as fotos e mensagens dele estavam naquele celular. Era tudo o que eu tinha para me conectar com suas memórias”, disse Patrocínio, visivelmente emocionada.

A perda das lembranças do filho trouxe à tona sentimentos de dor e saudade, ressaltados pela falta de possibilidade de recuperação das preciosas lembranças. “Não importa o valor material da bolsa ou do celular, o que realmente me atinge é a perda das memórias do meu filho. São lembranças que não podem substituir”, acrescentou.

Em um momento de proteger emocionalmente, Patrocínia Aparecida Francisco aceitou em falar exclusivamente com a equipe de reportagem, na esperança de sensibilizar os moradores da cidade e, quem sabe, recuperar ao menos parte das lembranças perdidas. Ela pede que, caso alguém tenha informações sobre uma bolsa, os documentos ou o celular, entre em contato com as autoridades locais.

O ocorrido destaca a importância de não apenas proteger pertences pessoais em eventos públicos, mas também ressalta a dimensão emocional que os objetos podem carregar. Nesse caso, a bolsa roubada não continha apenas itens práticos, mas também o elo com memórias preciosas de um ente querido que partiu prematuramente.

Enquanto a investigação segue em andamento, a comunidade de Araras se une para oferecer apoio emocional a Patrocínia Aparecida Francisco, compartilhando solidariedade em sua perda e esperando por um desfecho positivo para essa triste história.


Receba direto no celular as notícias mais recentes publicadas pelo site Repórter Beto Ribeiro. É de graça. Clique aqui e participe do grupo oficial Repórter Beto Ribeiro e fique por dentro de todas as atualizações.

LEIA MAIS NOTÍCIAS:

INFORMAÇÕES DE ARARAS
INFORMAÇÕES DE POLÍCIA
INFORMAÇÕES DE POLÍTICA

Artigos Relacionados

OPERAÇÃO ADAGA VII: Homem é preso pela Polícia Militar por não pagamento de pensão alimentícia em Araras, SP

Diante dos fatos ele foi apresentado no plantão da Central de Polícia Judiciária, onde após...

ROMU realiza prisão em flagrante durante patrulhamento ostensivo na região leste de Araras, SP

Em revista pessoal foi localizado um celular Samsung, e ao averiguar a pochete que ele...

PM prende dupla que furtou óculos de banhista e descobre que ‘vítima’ era procurada com pena até 2044

Caso aconteceu em Praia Grande, no litoral de São Paulo. Segundo a Polícia Militar, a...

Últimas Notícias