Cratera no Parque Linear do “Córrego Andrezinho” será reparada em 15 dias, diz secretário Claudio Souza

O Parque foi entregue à população na gestão Brambilla em 2014 e tem aproximadamente 1 km e fica entre as avenidas Melvin Jones e Goffredo Teixeira da Silva Telles, próximo ao Parque Ecológico e Cultural “Gilberto Rüegger Ometto”.

A abertura de uma cratera está prestes a causar um grande desmoronamento no Parque Linear do “Córrego Andrezinho” em Araras (SP). A situação chegou ao conhecimento do site Repórter Beto Ribeiro nesta quarta-feira (18), através de um frequentador do local.

“Já avisei o SAEMA, já avisei na Prefeitura Municipal, esses dias até um vereador esteve lá com um monte de gente, só que até agora ninguém fez nada, ou sequer deu explicações a população. Será que vão esperar desmoronar tudo? Esse problema não começou ontem, faz muito tempo”, disse.

O que diz a prefeitura

A cratera no Parque Linear do Córrego Andrezinho será reparada em 15 dias. A informação foi confirmada pelo secretário municipal de Desenvolvimento Urbano e Obras Públicas, Claudio de Souza. De acordo com ele, o problema é antigo e que ficaria em alguns milhões para resolver.

“Estudamos e faremos com força própria para gastar muito menos que isso”, disse Souza. “Estão pendentes apenas algumas autorizações que estamos finalizando. Com elas, resolveremos esse problema que vem de vários anos e se agrava a cada dia.”

A cratera fica localizada no trecho do parque entre as avenidas Melvin Jones e Goffredo Teixeira da Silva Telles, no Jardim Abolição. Ela se formou devido ao desmoronamento de um trecho do barranco que margeia o córrego.

Souza afirmou que as obras de reparo da cratera serão iniciadas assim que as autorizações necessárias forem obtidas.

Sobre o parque

O Parque “Dr. Sérgio Roberto Ieda” (Parque Linear), localizado às margens do Córrego Andrezinho, no Jardim Abolição, foi entregue à população na gestão Brambilla em 2014 e tem aproximadamente 1 km e fica entre as avenidas Melvin Jones e Goffredo Teixeira da Silva Telles, próximo ao Parque Ecológico e Cultural “Gilberto Rüegger Ometto”.

No local foram plantadas na época pelo Departamento de Meio Ambiente (DMA), órgão ligado ao Saema (Serviço de Água, Esgoto e Meio Ambiente de Araras), 12 mil mudas de espécies frutíferas, sendo 2 mil na primeira etapa e outras 10 mil na segunda, que contou com parceria da empresa Nestlé.

Artigos Relacionados

Prefeito Pedrinho Eliseu tem um importante recado para os aposentados e pensionistas da Araprev

Em seu gabinete na Casa da Memória de Araras, Pedrinho anuncia novas intermediações para resolver...

Vereador Rodrigo Soares denuncia falta de iluminação do Calçadão de Araras, SP

De acordo com o parlamentar, esta situação precária coloca em risco a segurança de pedestres...

Secretaria Municipal de Educação promove “Grupo de Estudos” a gestores da Rede em Araras, SP

O intuito do projeto é discutir temas pertinentes ao cotidiano das escolas municipais.A Secretaria Municipal...

Últimas Notícias