Homem é condenado a mais de 51 anos de prisão por matar casal em briga política após vitória de Lula

Segundo a polícia, Erick Hiromi Dias atirou contra grupo de pessoas e cometeu crime após discussão política. Defesa afirma que vai recorrer da decisão.

O Tribunal do Júri em Iporã, no noroeste do Paraná, condenou um homem por atirar contra várias pessoas durante uma discussão depois do resultado das eleições de 2022 – duas das vítimas morreram.

O réu foi condenado por porte ilegal de arma de fogo, disparo de arma de fogo e dois homicídios qualificados.

Segundo a sentença, Erick Hiromi Dias terá que cumprir uma pena de 51 anos, 7 meses e 15 dias de prisão.

Os jurados não reconheceram os crimes de tentativa de homicídio. O caso foi em Cafezal do Sul, noroeste do Paraná, no dia 30 de outubro daquele ano.

Conforme o Ministério Público, o réu apoiava a candidatura de Jair Bolsonaro e uma das vítimas era apoiadora de Lula. O julgamento foi realizado nesta quarta-feira (17), no Fórum de Iporã.

A Polícia Civil apurou que o crime aconteceu durante a comemoração de apoiadores de Luiz Inácio Lula da Silva (PT), que venceu a eleição, em uma rua da cidade.

De acordo com a investigação, Erick discutiu com familiares por questões políticas e saiu atirando contra diversas pessoas.

Em nota, o advogado de defesa Alessandro Dorigon afirmou que Erick “está disposto a cumprir a pena, mas relatou que não atirou em direção às pessoas”.

Segundo a defesa, o Tribunal do Júri reconheceu que “o acusado não estava totalmente consciente, já que faz uso de medicamento controlado de transtorno bipolar e depressão”.

O advogado afirmou vai recorrer por acreditar que a pena de mais de 51 anos “foi muito alta e desproporcional”.

Artigos Relacionados

01/03/24 Plantão Policial – Confira as Principais Notícias

O Café Júnior – Um primor de café desde 1945, traz as principais notícias policiais...

Homem é morto a tiros com bebê no colo; motivação seria ciúme de uma curtida no Instagram

À Polícia Civil, a namorada da vítima afirmou que o companheiro estava sofrendo ameaças do atual...

Mulher tem 27% do corpo queimado por óleo quente após companheiro chutar panela durante discussão

O companheiro dela, de 41 anos, foi preso pela Polícia Militar.Uma mulher de 45 anos...

Últimas Notícias