Justiça manda soltar avó de recém-nascida encontrada morta em lixeira de condomínio

A mãe da criança, de 17 anos, foi internada sob escolta na maternidade da metrópole e precisou passar por uma cirurgia pós-parto, mas não há informações sobre o estado de saúde.

O Tribunal de Justiça (TJ-SP) concedeu liberdade provisória à avó da recém-nascida encontrada morta dentro da lixeira de um condomínio, na noite desta segunda-feira (2), em Campinas (SP). O corpo da bebê foi encontrado por um coletor de materiais recicláveis em um saco de lixo.
A Justiça determinou que a mulher deve comparecer a todos os atos do processo e está proibida de acessar e frequentar bares e lugares “de reputação duvidosa”, se ausentar da comarca de residência por mais de oito dias sem autorização e mudar de endereço sem informar em juízo.
A mãe da criança, de 17 anos, foi internada sob escolta na maternidade da metrópole e precisou passar por uma cirurgia pós-parto, mas não há informações sobre o estado de saúde.

Artigos Relacionados

Ônibus invade posto de combustíveis, bate em caminhão estacionado e deixa 14 pessoas feridas em Limeira, SP

Segundo a prefeitura, nenhuma das vítimas corre risco de morte e quatro tiveram ferimentos graves....

Casal de idosos que morreu em acidente na Rodovia Wilson Finardi será enterrado em Conchal, SP

Antônio e Izabel Malvezzi estavam em um carro que bateu de frente com outro veículo....

TRÁFICO DE DROGAS: Homem é preso pela Polícia Militar na região norte de Araras, SP

Durante busca pessoal foi localizada uma sacola plástica com 39 pinos de cocaína, 6 porções...

Últimas Notícias