Médicos estão liberados para postar fotos de antes e depois de procedimentos, mas com algumas regras

As imagens devem ser acompanhadas de texto educativo, conter indicações terapêuticas e informar sobre fatores que possam influenciar negativamente o resultado.

Conselho Federal de Medicina muda as regras e libera os profissionais para postar fotos de pacientes nas redes sociais.

Os médicos ficam liberados para fazer publicidade de equipamentos que possuem no local de trabalho e utilizar imagens de procedimentos, mas em caráter educativo.

A nova resolução do Conselho também permite que o profissional divulgue preços de consultas, campanhas promocionais e investimentos em negócios que não sejam ligados diretamente à área de prescrição dele.

As imagens devem ser acompanhadas de texto educativo, conter indicações terapêuticas e informar sobre fatores que possam influenciar negativamente o resultado.

No entanto, o paciente não pode ser identificado, assim como fica proibida a manipulação da imagem.

Mas agora o médico poderá compartilhar depoimentos de pacientes, sem adjetivos que denotem superioridade ou induzam a uma promessa de resultados, segundo o órgão.

A nova resolução mantém a proibição de oferta de serviços por meio de consórcios ou sistemas parecidos. E, ainda, estabelece regras sobre os boletins médicos, que devem adotar tom sóbrio, impessoal e verídico.

Artigos Relacionados

Posso faltar no trabalho quando meu filho ficar doente?

Advogado Kleber Luzetti explica ‘direito da falta do empregado’ em casos de ausência no emprego...

ABRIL VERDE: Advogada tira dúvidas sobre acidentes de trabalho e afastamentos

Mês de abril destaca a importância da prevenção, da responsabilidade compartilhada e do cumprimento das...

Empregado afastado tem direito as férias?

O afastamento prolongado do trabalhado do serviço em razão de doenças e acidentes de trabalho,...

Últimas Notícias