PUBLICIDADE

Mulher encontra ‘corpo estranho’ dentro de lata de milho ao preparar omelete

Imagem foi analisada por uma doutora em Alimentos e Nutrição que observou a semelhança do elemento encontrado a fungos. Ela explicou os cuidados que os consumidores devem ter com os enlatados. A empresa Bonduelle foi procurada, mas não respondeu.

Uma mulher, de 24 anos, encontrou um ‘corpo estranho’ dentro de uma lata de milho. Nesta quinta-feira (18), a moradora de Santos, no litoral de São Paulo, contou, que iria usar os grãos no preparo de um omelete, mas acabou sem comer. A equipe de reportagem entrou em contato com a empresa Bonduelle mas não teve resposta.

A mãe da jovem, Vivian de Campos, de 45, disse que não faz a mínima ideia do que encontrou no interior da lata, mas disse que sequer conseguia ver o milho. “Estamos cada vez mais na dependência de produtos industrializados e colocando nossa saúde em risco”.

De acordo com a doutora em Alimentos e Nutrição e professora da Universidade do Oeste Paulista (Unoeste), Sabrina Alves Lenquiste, com base nas imagens, o milho pode estar contaminado com fungos.

“Os alimentos enlatados passam por diversas etapas durante a cadeia produtiva visando assegurar a qualidade e durabilidade dos produtos. O método de conservação utilizado para os enlatados é a apertização, uma esterilização do alimento já acondicionado em recipiente hermético e lacrado”, disse Sabrina.

Apesar disso, falhas em etapas de pré-processamento, como a seleção e sanitização da matéria-prima fazem com que o alimento mantenha alta carga microbiológica.

Tal fato, associado a subprocessamento térmico, resfriamento inadequado e contaminação por vazamento no envase contribuem para não haja redução e eliminação da carga microbiológica.

Contaminado com fungos

Sabrina afirmou que o milho pode estar contaminado com fungos, especialmente das espécies Aspergillus flavus e Fusarium verticillioides, que são deterioradores e podem levar a alterações no alimento.

A especialista citou que tais fungos são similares ao ‘corpo estranho’ encontrado no milho enlatado comprado pela filha de Vivian — Sabrina fez a observação com base na foto.

O consumidor não deve retirar apenas a parte estragada, pois a condição indica falha na esterilização e possível contaminação, podendo causar graves infecções intoxicações alimentares, como o botulismo.

“Quando observada qualquer alteração nas características do alimento enlatado, como pedaços escurecidos, endurecidos, odores e alterações de coloração, o alimento deve ser descartado”, disse Sabrina.

Ela também afirmou a importância de nunca consumir enlatados que estejam com a lata amassada, enferrujada, estufada ou com qualquer alteração na vedação, pois indica contaminação microbiológica ou química.

Vivian contou que a situação causou uma sensação de ‘nojo’ na filha. A jovem, inclusive, falou que não vai voltar a comer milho tão cedo.

Fonte: G1

Artigos Relacionados

Aposentadoria aos 50 anos com as novas regras: ainda é possível?

Para saber mais o site Repórter Beto Ribeiro consultou os advogados Antônio Carlos Fernades e...

Primeiro fim de semana de março deve ser de calor em quase todo Brasil

Tendência para o mês de março é de tempo abafado e chuvas abaixo da média....

Grávida tem pele da perna necrosada após ser ‘picada’ por aranha venenosa: ‘não conseguia andar’

Gestação de moradora de Apiaí (SP) não foi afetada. Ela e a bebê passam bem.Uma...

Últimas Notícias