Pesquisa mensal do Procon-SP encontra diferença de até 72% no preço dos combustíveis

Os dados foram coletados em 50 postos localizados em cinco regiões da Capital e em 80 estabelecimentos no interior.

Uma pesquisa de preços de combustíveis realizada pela Fundação Procon-SP em todo o estado de São Paulo nos dias 27 e 28 de junho, encontrou diferenças de até 72,20% no preço do Diesel S10* (Capital). O objetivo do órgão com este levantamento mensal de preços é oferecer aos consumidores paulistas informações relevantes para subsidiar suas decisões de compra.

Os dados foram coletados em 50 postos localizados em cinco regiões da Capital e em 80 estabelecimentos no interior (regiões de Santos, Sorocaba, São José dos Campos, Campinas, Ribeirão Preto, São José do Rio Preto, Bauru e Presidente Prudente), onde o Procon-SP possui unidades regionais. E se referem aos valores dos produtos do tipo comum (etanol, gasolina e diesel S10) indicados nas bombas, sem os descontos ou vantagens de programas de fidelidade, como aqueles oferecidos por aplicativos.

Resultados

Na capital, os preços médios obtidos na amostra pesquisada foram: R$ 5,57 para a gasolina comum; R$ 3,81 para o etanol comum e R$ 5,63 para o diesel S10. Na comparação entre os preços praticados pelos estabelecimentos visitados foram encontradas variações entre o maior e menor preço: de até 49,04% na gasolina comum, 61,49% no etanol comum e 72,20% no diesel S10*.

Esta diferença relevante nos preços, especialmente do diesel S10*, pode ser explicada por diversos fatores como as recentes variações de custos nas distribuidoras e impostos, região onde os postos se localizam e posicionamento comercial de cada estabelecimento, dentre outras razões, o que reforça a recomendação do Procon-SP para o consumidor sempre pesquisar antes de abastecer seu veículo.

No interior, os preços médios obtidos foram:

Bauru: R$ 5,25 para a gasolina comum; R$ 3,56 para o etanol comum e R$ 5,33 para o diesel S10 – com diferenças de preços entre os locais visitados de até 8,02% (gasolina), 8,85% (etanol) e 18,04% (diesel S10).

Campinas: R$ 5,13 para a gasolina comum; R$ 3,56 para o etanol comum e R$ 5,10 para o diesel S10 – com diferenças de preços entre os locais visitados de até 12,53% (gasolina), 9,86% (etanol) e 22,96% (diesel S10).

Presidente Prudente: R$ 5,62 para a gasolina comum; R$ 3,42 para o etanol comum e R$ 5,25 para o diesel S10 – com diferenças de preços entre os locais visitados de até 16,03% (gasolina), 15,06% (etanol) e 14,03% (diesel S10).

Ribeirão Preto: R$ 5,42 para a gasolina comum; R$ 3,72 para o etanol comum e R$ 5,34 para o diesel S10 – com diferenças de preços entre os locais visitados de até 5,67% (gasolina), 8,36% (etanol) e 18,04% (diesel S10).

Santos: R$ 5,48 para a gasolina comum; R$ 3,93 para o etanol comum e R$ 5,31 para o diesel S10 – com diferenças de preços entre os locais visitados de até 17,23% (gasolina), 27,91% (etanol) e 27,72% (diesel S10).

São José do Rio Preto: R$ 5,77 para a gasolina comum; R$ 3,72 para o etanol comum e R$ 5,11 para o diesel S10 – com diferenças de preços entre os locais visitados de até 7,29% (gasolina), 8,71% (etanol) e 14,61% (diesel S10).

São José dos Campos: R$ 5,01 para a gasolina comum; R$ 3,50 para o etanol comum e R$ 4,99 para o diesel S10 – com diferenças de preços entre os locais visitados de até 13,24% (gasolina), 21,28% (etanol) e 12,37% (diesel S10).

Sorocaba: R$ 5,43 para a gasolina comum; R$ 3,71 para o etanol comum e R$ 5,07 para o diesel S10 – com diferenças de preços entre os locais visitados de até 37,33% (gasolina), 44,64% (etanol) e 6,01% (diesel S10).

Veja as pesquisas completas da capital e interior.

Sobre a pesquisa

Nos dias 27 e 28 de junho, especialistas da diretoria de Estudos e Pesquisas da Fundação Procon-SP visitaram 50 postos de combustível na capital – dez em cada uma das regiões da cidade (Norte, Sul, Leste, Oeste e Centro). No interior, nestas mesmas datas, os especialistas dos Núcleos Regionais do Procon-SP estiveram em 80 estabelecimentos, sendo dez em cada uma das regiões.

A pesquisa, que será feita e divulgada mensalmente, coletou os preços de combustíveis do tipo comum (etanol, gasolina e diesel S10*) indicados nas bombas, ou seja, o “preço cheio”, sem considerar descontos ou vantagens de programas de fidelidade como os aplicativos.

(*) Esta pesquisa considera “comum” o diesel S10, por ser o tipo vendido nos postos localizados em todas as áreas urbanas, nas quais a coleta de preços é realizada.

Assessoria de Imprensa | Procon-SP

Receba direto no celular as notícias mais recentes publicadas pelo site Repórter Beto Ribeiro. É de graça. Clique aqui e participe do grupo oficial Repórter Beto Ribeiro e fique por dentro de todas as atualizações.

LEIA TAMBÉM:

Artigos Relacionados

Caixa Econômica Federal paga novo Bolsa Família a beneficiários com NIS de final 8

Além do benefício mínimo de R$ 600, há pagamento de adicionais.A Caixa Econômica Federal paga...

IPVA 2024: pagamento à vista ou segunda parcela termina para placas 1, 2 e 3

O calendário de vencimento de acordo com o final de placa dos veículos iniciou em...

INSS não pagará reajuste igual para todos os aposentados

O cálculo do reajuste, de acordo com as disposições legais, seguirá as diretrizes do Índice...

Últimas Notícias