Polícia Militar prende homem que espancou e esquartejou ex-mulher com serrote em Santa Cruz das Palmeiras, SP

Souza estava foragido desde a quinta-feira (9), quando contou a colegas de trabalho que havia cometido o crime contra a ex-mulher. Ele foi encontrado escondido em uma casa.

A Polícia Militar de Santa Cruz das Palmeiras (SP) prendeu, na noite da sexta-feira (10), o trabalhador rural Valdenor Carnaúba de Souza, de 64 anos, no Parque Varoti.

Ele espancou a ex-esposa, Mariza Santana, até a morte, a esquartejou com um serrote e depois enterrou seu corpo em um terreno na Vila Bortone.

Souza estava foragido desde a quinta-feira (9), quando contou a colegas de trabalho que havia cometido o crime contra a ex-mulher. Ele foi encontrado dormindo na casa de uma sobrinha após denúncias.

Segundo informações do delegado Renato Coletes, responsável pelo caso, a polícia solicitou a prisão temporária do assassino, que foi acolhida pelo Judiciário e a captura foi resultado de um trabalho em conjunto das polícias Civil e Militar.

Souza, foi apresentado no Plantão Policial e, depois de ser ouvido pela autoridade presente  foi encaminhado à Cadeia Pública de Casa Branca onde permanece à disposição da Justiça.

Mariza Rocha de Santana foi assassinada em Santa Cruz das Palmeiras; Valdenor Carnaúba de Souza é suspeito do crime — Foto: José Carlos Bizaia/TV SuperAtiva e Reprodução/Facebook

O crime

Mariza Rocha de Santana foi brutalmente assassina entre a noite da quarta-feira (8) e a madrugada da quinta (9). O principal suspeito, que agora está preso, é o ex-companheiro dela, Valdenor Carnaúba de Souza, de 64 anos.

O ex-casal, que tem quatro filhas, estava separado há cerca de dois meses e, segundo a Polícia Civil, o homem não aceitava o fim do relacionamento.

Após o crime, ele foi até a casa da filha e contou que havia agredido a mulher, mas não confessou o assassinato. Durante a manhã da quinta (9), Souza foi trabalhar e contou sobre a agressão aos colegas de trabalho.

A Polícia Militar e o Corpo de Bombeiros foram até o local, encontraram a casa suja de sangue e o corpo da mulher, partido em dois, no terreno.

A principal linha de investigação é que o crime tenha sido cometido por ciúmes, já que o suspeito teria descoberto que a vítima estava se relacionando com outro homem.

Artigos Relacionados

Confira as informações do Plantão Policial desta quarta-feira (17), com o repórter Beto Ribeiro

  O Café Júnior – Um primor de café desde 1945, traz as principais notícias policiais...

Guarda Civil Municipal realiza flagrante de tráfico de drogas no quiosque do Lago Municipal de Araras, SP

Durante a revista pessoal, foi encontrado com um dos indivíduos uma pedra de crack e...

Polícia Civil investiga participação de homem preso pelo TOR em outros furtos residenciais em Araras, SP

A comunicação entre os grupos identificou outra residência furtada no Jardim Universitário e revelou...

Últimas Notícias