Prefeito Pedrinho Eliseu coloca Guarda Civil Municipal em área do antigo aterro; ele acredita que incêndio no local foi criminoso

Durante a madrugada desta quarta-feira (17), moradores registraram cenas de um incêndio de grande proporção na área.

Por determinação do prefeito Pedrinho Eliseu, a Guarda Civil Municipal de Araras (SP) ficará em ponto de referência frente a área do antigo aterro municipal, próximo ao Jardim Orquídeas, com o objetivo de inibir e identificar possíveis autores de incêndios criminosos que vêm ocorrendo no local.

O chefe do Executivo esteve no local e garantiu providências urgentes para resolver o problema, que tem prejudicado principalmente os moradores do bairro. Durante a madrugada desta quarta-feira (17), moradores registraram cenas de um incêndio de grande proporção na área.

Segundo o prefeito, o incêndio não tem relação com lixo orgânico, como gases, pois o antigo aterro municipal não armazena esse tipo de material. Ele acredita que o fogo foi iniciado de forma proposital, já que essa não é a primeira vez que algo do tipo acontece.

O Prefeito disse que o secretário Municipal de Segurança Pública e o comandante da Guarda Civil Municipal foram até a Central de Polícia Judiciária, para registro de boletim de ocorrência de crime ambiental, buscando identificar os responsáveis pelo incêndio.

O executivo reconhece a preocupação da população com o incêndio e reforça o compromisso da Prefeitura em resolver o problema da forma mais rápida possível. Ele pede a colaboração de todos para identificar os responsáveis e evitar que novos incêndios aconteçam.

Artigos Relacionados

Família procura por homem desaparecido há mais de 20 dias em Pirassununga, SP

A família faz um apelo emocionado à comunidade para que qualquer informação sobre o jovem...

Homem que matou ex-mulher a facadas é encontrado morto em pé de laranja dois meses após o crime

Segundo a Polícia Militar, Sérgio de Godoy, de 56 anos, estava foragido desde o dia...

Incêndio criminoso devasta vegetação em propriedade na região norte de Araras, SP

Um Jequitibá-rosa, plantado há mais de 20 anos, ficou com as folhas queimadas a mais...

Últimas Notícias