Saiba quem era a dentista que foi encontrada carbonizada depois de ser violentamente agredida em Araras, SP

Corpo de Bruna Angleri foi encontrado na quarta-feira (27) e Polícia Civil investiga o crime como homicídio.

A dentista Bruna Angleri, que morreu carbonizada em cima da cama na casa que morava em um condomínio no Distrito Industrial, em Araras (SP), tinha 40 anos e deixou um filho de seis anos.

Além de odontologia, ela tinha formação em psicologia e coordenava um curso de pós-graduação em uma universidade particular da cidade.

A Polícia Civil investiga o crime como homicídio e o ex-namorado da vítima, o cantor João Vittor, é considerado suspeito.

Bruna se formou em odontologia em 2014 pelo Centro Universitário Hermínio Ometto de Araras. Em 2019, ela concluiu uma pós-graduação em implantodontia e pouco tempo depois se tornou coordenadora de pós-graduação da São Leopoldo Mandic de Araras.

Em nota, a universidade disse que recebeu com muita consternação a notícia do falecimento da colaboradora. “Perdemos não apenas uma colega de trabalho, profissional exemplar e competente, como também uma pessoa excepcional e querida por todos que conviviam com ela no ambiente de trabalho. Nossas condolências à família”.

Antes de escolher ser dentista, Bruna fez graduação de psicologia e tinha especialização em terapia comportamental e cognitiva pela Universidade de São Paulo (USP).

Ela era divorciada e tinha um filho de seis anos. Depois do fim do casamento, ela teve um relacionamento com um cantor da cidade, que é considerado suspeito do crime.

Bruna era ativa nas redes sociais e gostava de publicar reels no Instagram. Na sua última postagem na rede social, feita no sábado (23), compartilhou que estava indo se divertir no Rodeio de Jaguariúna.

Comoção nas redes sociais

Nas redes sociais, a morte gerou comoção e amigos e parentes postaram despedidas.

Geralmente a mensagem em suas fotos era pra falar da sua alegria de viver, da sua beleza, do seu grudinho, enfim , como este dia está sendo doloroso demais! Inaceitável o que aconteceu com vc meu anjo! Peço a Deus que conforte toda família neste momento de muita dor! Sinto muito 😔, postou uma amiga.

“Ainda em choque com essa notícia. Não dá pra acreditar… Uma moça linda, simpática, um doce de pessoa, sempre alegre com seu filho. Que Deus conforte o coração do seu filho e de toda família. Muito triste”, disse outra amiga.

O irmão de Bruna também usou as redes sociais para declarar seu amor pela irmã. “Vou te amar pra sempre”, escreveu.

Polícia investiga homicídio

Segundo o delegado de Araras, Tabajara Zuliani dos Santos, Bruna Angleri foi violentamente agredida no rosto. Ele afirma que, provavelmente, atearam fogo na cama com ela já morta.

A polícia encontrou o corpo da dentista, na manhã de quarta-feira (27). O único móvel da casa queimado era a cama onde ela estava.

Não havia outras pessoas no imóvel e não foram encontrados a bolsa e o celular da vítima. Segundo a polícia, ela tinha uma medida protetiva contra o ex-namorado e ele foi interrogado como suspeito do crime.

Artigos Relacionados

Honda/XRE-300 é roubada por criminosos na Rodovia Wilson Finardi em Araras, SP

A informação foi confirmada ao site Repórter Beto Ribeiro na tarde desta quarta-feira (24).Uma moto...

Jeep/Compass Limited é furtado no Parque Industrial em Araras, SP

A informação foi confirmada ao site Repórter Beto Ribeiro na tarde desta quarta-feira (24).Um Jeep/Compass...

Guarda Civil Municipal realiza flagrante de tráfico de drogas durante patrulhamento em Araras, SP

Feita a abordagem, durante revista pessoal foi encontrada a quantia de R$ 50,00 dentro de...

Últimas Notícias