PUBLICIDADE

Vai viajar com o seu pet? Veja quais cuidados tomar no carro para evitar multas de trânsito

Preparativos, além de garantirem a segurança dos pets, são uma forma de evitar multas.

Cada vez mais os animais de estimação são considerados integrantes da família. E, na hora de viajar, eles embarcam junto para as férias ou festas de fim de ano. Mas é necessário tomar alguns cuidados no carro para evitar multas de trânsito e, também, para manter a saúde dos melhores amigos em dia.

A empresária Vera Lucia Arashiro é tutora de três cães e não abre mão da companhia do trio, mesmo durante as festas. Prestes a pegar estrada, ela iniciou os preparativos para levar Tobias, Cindy e Maya em segurança no carro.

“Em uma freada, qualquer coisa, não precisa ser necessariamente um acidente, o animal pode ir à frente, pode pular no seu colo e causar algum acidente. Então, isso é muito importante. Além de todo aquele ‘kit viagem’ para o conforto do animal, ainda mais nesse calor”, diz.

Os preparativos, além de visarem a garantia da segurança dos pets, são uma forma de evitar uma multa. Afinal, o Código de Trânsito Brasileiro prevê, atualmente, três infrações para quem desrespeitar as regras durante o transporte de cães e gatos. As infrações vão de leve a grave, com multas que podem chegar a quase R$ 200. Confira:

  • Levar o animal solto dentro do veículo: infração leve, com multa de R$ 88,38 e três pontos na CNH;
  • Levar os animais no colo, perto do vidro ou pernas: infração média, com quatro pontos na CNH e multa de R$ 130,16.
  • Levar o animal em alguma parte externa do veículo, no teto ou capô: infração grave, multa de R$ 195,23 e cinco pontos na CNH.

Além da segurança no transporte, as longas horas na estrada, em muitos casos, podem estressar os bichinhos. Segundo os especialistas, alguns cuidados simples antes e durante esse período de férias e festas podem ajudar a garantir uma viagem bem mais tranquila para o pet.

Conforme o veterinário Gustavo Salles Viroel, o tutor deve levar o animal no veterinário de confiança, ver se ele está em boas condições de saúde para a viagem e também verificar a carteira de vacinação, vermifugação, antiparasitários, entre outros.

“Com relação à viagem, tomar cuidado com o calor, manter o ambiente do carro bem climatizado, pode fazer uso de ar-condicionado, se não tiver, pode deixar as janelas um pouco abertas para entrar ventilação e refrigerar bem. Não esquecer de fazer umas paradas a cada uma hora, uma hora e meia para eles poderem se hidratar e fazer algumas necessidades e alimentação”, finaliza.

Artigos Relacionados

Aposentadoria aos 50 anos com as novas regras: ainda é possível?

Para saber mais o site Repórter Beto Ribeiro consultou os advogados Antônio Carlos Fernades e...

Primeiro fim de semana de março deve ser de calor em quase todo Brasil

Tendência para o mês de março é de tempo abafado e chuvas abaixo da média....

Grávida tem pele da perna necrosada após ser ‘picada’ por aranha venenosa: ‘não conseguia andar’

Gestação de moradora de Apiaí (SP) não foi afetada. Ela e a bebê passam bem.Uma...

Últimas Notícias