Varejo registra pior Natal dos últimos três anos, revela Serasa

Após dois anos de crescimento, com altas de 2,8% em 2021 e 0,4% em 2022, o varejo brasileiro volta a apresentar resultados negativos.

Os números divulgados pela Serasa Experian nesta terça-feira (26), revelam que o varejo brasileiro enfrentou seu mais desafiador Natal dos últimos três anos. De acordo com os indicadores de vendas do varejo físico entre 18 e 24 de dezembro, houve uma queda de 1,4% em comparação com o mesmo período de 2022.

O resultado é o mais baixo desde 2020, quando as vendas despencaram 10,3%. Entre os dias 22 e 24 de dezembro, a queda foi ainda mais acentuada, atingindo 10,7%. Segundo a Serasa, a ocorrência do dia 24 em um domingo pode ter impactado negativamente as vendas do comércio.

O economista-sênior da Serasa Experian, Luiz Rabo, destaca que, diante dos recordes de inadimplência neste ano, os consumidores priorizaram a reestruturação financeira, utilizando o 13º salário para quitar e renegociar dívidas. Essa mudança de foco resultou em compras e presentes de Natal em segundo plano.

Após dois anos de crescimento, com altas de 2,8% em 2021 e 0,4% em 2022, o varejo brasileiro volta a apresentar resultados negativos. Nos últimos dez anos, o país registrou apenas três momentos de taxas negativas na semana do Natal: em 2015 e 2016, durante a maior recessão econômica da história, e em 2020, devido à pandemia.

Esses dados preocupantes do Natal se somam à segunda pior Black Friday da história do varejo brasileiro, segundo a metodologia de cálculo da Serasa Experian, baseada em uma amostra das consultas realizadas por aproximadamente 6 mil estabelecimentos comerciais presentes em seu banco de dados no momento da venda ao consumidor.

 

Artigos Relacionados

Preço do leite sobe pelo 4º mês consecutivo e derivados ficam mais caros em abril

Apesar da alta, pesquisa do Cepea indica que produtores ainda têm dificuldades de repassar o...

Preços de refeições em restaurantes sobem 40,84%, mostra Procon-SP

Aumento da refeição self-service por quilo foi registrado de janeiro de 2020 a fevereiro de...

Pesquisa indica que 68% da população paulista faz compras online

Compras abrangem apenas 31% de quem ganha até um salário mínimo e 87% com renda...

Últimas Notícias